A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


segunda-feira, janeiro 12, 2009

 

Sons, apenas sons !...


Sons
Apenas sons
Que não se perdem
Por aí.
Sons
Que vêm de longe
Entram em mim
E me fazem dançar
A dança mais louca
A dança dos sons !...

Sons
Em cascatas
Que vibram
Quando entram e saem
Do meu ser
Enquanto minha alma
Rasga os mundos
Em busca de um dançarino
Que acerte seus passos
Com os meus !...

Sons
Magia Divina
Que soam para todos
Mas nem sempre ecoam
Nos corações.
Sons
Que nos transportam
Ao mundo das canções
Onde nascem mil sóis
E constelações !...

Sons
Que ecoam dentro do meu ser
Me fazem vibrar
Numa entrega total
E me deixo levar
Pelos braços que me estão
A enlaçar
E com sua alma junto da minha
Os passos da nova dança
Vamos iniciar !...





Comments:
Um som que nos toca...Pode vir, através de um olhar! :)

Beijo



 
Oi, Ricardo, há tanto tempo, mas o tempo é sempre pouco para tudo e estes sons cá dentro, fazem-me demorar ainda mais. beijinhos.



 
Será para breve laurinha, já está quase....

E depois vais poder ouvir todos os sons até o do coração a bater forte.

Beijokitas



 
Ah, nina parisiense, na verdade nem me refiro aos sons de ouvir!... Ora entende melhor!... torna a ler e diz se é issso que quero dizer ou o que tu já sabes tão bem!...

Beijinhos, muitos, pa ti, de mim...



 
Hummm li e reli os vários versos e pode ter várias interpretações.

O par que acerte contigo o passo e dance a tua musica?

A sua alma junto da tua? Hummm melhor ainda seria que as duas almas se unissem numa só. Isso sim, seria a dança perfeita ... sublime eheheh



 
Ai Pascoalita; nãoa chas que seria pedir demais ter uma alma que foss euma só comigo? Já te esqueceste que nos dias de hoje não existe desse material? esgotou, sabias?
Os ninos Fiazinha e João, não são do nosso tempo mulher e por ai se vê...era bom néra nina? ah, sons e sonhos, uma dupla maravilhosa..beijinho da laura..



 
Querida Laurinha, que bonita dança de palavras e sons!
Vim deixar-te aqui um montão de estrelinhas cintilantes para iluminarem a tua semaninha com muito carinho, paz e alegria e para te agradecer as palavras lindas que sempre me diriges.
Depois de feridas saradas e perdão estou de volta ao Cantinho da Terra do Nunca e espero continuar a contar contigo para voares pelos meus textos.
Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.



 
Oi, sininho, já estava ver que tinhas ido mesmo par a terra do nunca. Não entendi nem quero entender. Só que dei pela tua falta e prontos, e cada um faz como muito bem entende!...

Hei-de lá passar e obrigada pela ternura..laura.



 
Enquanto há vida,há esperança...

E com esta sensibilidade que tens a bondade de partilhar com todas nós,quem sabe se não haverá por aí uma Alma Gémea no "par de deux" neste caminhar...
Já vi pior,Laurinha,,,muito pior e há milagres,sabias??

um xi;pandora_box



 
Ai minha querida pandorinha, té que enfim a nina apareceu. Tenho saudadinha de ti...
Não existem as chamadas almas gémeas, estamos mais adiantados que isso... Mas, é tão dificil acertar o passo com quem nos cai na rede, ou sei lá...de uma coisa não nos livramos; é que ; casamento e mortalha, no céu se talha! é apenas pouca sorte, ou sorte a mais, há calma e paz, não há gritos nem más palavras, mas, mais nada!... e assim; sonhareis empre que o meu amor há-de aparecer, venha ele de onde vier, de preferência; livre, livre como a mariposa pelos espaços azuis, como a rã pelos paúis!...que riso ehhhhh..
Beijinhos e quem sabe...
laura.



 
Qualquer dia, Laurinha, mando-te a estória de Amor que como que deu começo à minha. A que vivo agora não é a minha primeira estória mas é a que me faz sentir todos os sons a que o meu subconsciente apelava. Passo acertado... Alma par... Eu já nem sei se anseava por essa sintonia, ou melhor, se acreditava que pudesse acontecer comigo. Mas aconteceu, Laurinha. Acontece apesar de não ser fácil porque somos dois seres construidos em si próprios de forma diferente. Estamos em acerto permanente, de construção, ou reconstrução. Mas em sintonia. Portanto, Laurinha, Pode sempre acontecer...

Beijinho
Belmira (girassol)



 
Tem agora um pouco de calma,tudo vai ficar melhor verás,lindo o poema de sons e de dança? aqui estou,e ensino para ti... queres,mas comigo não presta tem de ser um para à altura,então redopias que nem te vamos conhecer???
Beijinho fica bem (nina) Lisa



 
Girassol, só podias ser um girassol aberto para a vida e para o amor...Que bom que és feliz, e não é fácil nos dias d ehoje, a pessoa certa nem existe, ahhh, pode existir uma ou outra, mas, a maioria por pudor ou para não mostrar o quão infeliz está, cala-se caladinha e sensura-me...mas eu nem ligo.
O amor é e deve ser o melhor que há na vida, se não sonhass eous entisse assim, mas ele aparece nos meus sonhos e mostra-me que há algo mais que a vida que levo, que por vezes, quase que nem é vida!...
Um beijinho e muita felicidade para ti e teu querido companheiro..e filhotes, claro...laura.



 
Isto está bom: ontem cantaste, hoje danças... :)))

Brincadeirinha, que não sou boa para descodificar versos, já sabes! Podem querer dizer tanta coisa, até com o que não dizem...

Beijocas, nina!



 
Sons que chegarão breve, logo depois de ter subido a tua montanha!



 
Tens razão, e quem os escreve é que poderá dizer o que lá está..fazem cá uma confusão a decifrar o que escrevo que mais vale nem dizer nada...Fico-me por aqui.. beijinhos.

Kim, a montanha vai ser novamente escalada e depois se verá, se fico presa plo pescoço se me livro dos trambolhos todos e de vez... Beijinhos.



 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.



 
Enviar um comentário



<< Home