A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


segunda-feira, abril 06, 2009

 

Po(ética)mente falando !...


Poéticamente falando!...


A vida é uma utopia
Uma carcaça vazia
De algo que nada nos diz
Uma parte é fingimento
Outra é apenas um lamento ...

E lá vamos abrindo caminho
Sofrendo
Pensando que sabemos
A causa
Do nosso descontentamento ...

A vida é um vazio
É algo que já trazemos
Do lado de lá do vento
Quando ele assobia
E nos deixa o seu lamento ...

Haja Fé
Dizia alguém
Que a vida não é nem nunca será
O que queremos que seja
Mas que seja o que queremos ...

Haja alguém
Que trabalhe na nossa mente
Que nos deixe a sua semente
Para que não soframos
Eternamente!...





Comments:
Linda e profunda poesia, nina.
Além de seres boa de conversa, és boa poetisa.
Gostei.
Pareces estar sempre a brincar, mas vai-se a ver e, sais uma filósofa.
Cada vez gosto mais de te ler.`
Beijinho



 
Não concordo. Mas gostei de te ler. Evidentemente. Beijos.



 
Em primeiro lugar, respondendo à tua resposta ao meu comentário no teu blogue no teu penúltimo post, (Percebeste tudo né? hihi) é claro que eu não sou "stora" de História, mas apaixonada posso dizer que sou!!

E em segundo lugar digo-te que praticamente todos os teus textos/poemas fazem-me lembrar qualquer coisa, neste caso foi uma música, "Muda de Vida" dos Humanos e principalmente no refrão:

"Olha que a vida não,
Não é nem deve ser
Como um castigo que
Terás que viver"

Cubro-te de mil beijinhos,
Estrela d'Alva



 
Esta lindo amiga,
só sente quem tem essa vida que doi muio sofrida, vivida e sem grandes momentos de quietude , algo sempre fora da harmonia para que a vida a nossa seja equilibrada como devia...ou não...acredito no destino e na predestinação obviamente e acho que já o vendo assobia ao que estamos destinados e se assim não fosse eu revoltar-me-ia pois sei o que tenho feito por tantas pessoas desde que me lembro quase desde que nasci então merecia algo melhor como presente.
Beijinhos querida



 
Alegra-te mulher.
Vai até ao meu espaço e aprecia as belezas que a vida nos dá. Tens lá um presente de alguém que gosta de ti e que incentivou a oferecer-te. É a Rose de (um caminho). Procura nos meus links. Beijos e abraços deste para esse lado.



 
A vida é uma utopia, uma carcaça vazia, que não nos diz nada??? E só a fé é que vem salvar tudo?!

Vou arrastar a minha "carcaça vazia" para outras bandas... :)))

Beijocas, nina!



 
Beijinhos minha nina das résteas e faz favor de tentares ser feliz.

Apeteço-te toda a felicidade e amor do mundo.

Não julgues a vida uma carcaça vazia pelo que ela te está a fazer de mal. O lamento em que te enrolas não é fingimento, é dor que deveras sentes. Pode transformar-se...



 
... Há-de transformar-se!
... Há-de transformar-te a existência.
Sei-te os sentidos ardendo, ansiando pela felicidade que parece tardar.
A seu tempo... a Felicidade

Jinhos de mim



 
Bom
Como poema, está muito bem conseguido!
Mas parece vir de alguém que não tem nada a ver com o espírito da Laurinha!
Parece mais de uma alma que vive de fora para dentro, e não de quem tem a essência da vida dentro de si e a faz reflectir em seu redor.Como no seu caso.
Digo isto porque estou habituada a ver a autora desta poesia, irradiando amor, alegria, coragem... sentimentos que ultrapassam a barreira do sofrimento e realizando dia a dia o seu propósito.VIVENDO, fazendo fluir a vida dentro de si.
Vive quem sabe amar,
Vive quem tem amor para dar!
Vive quem canta, e a sua voz soa mais alto que a dor.
Vive que se alimenta da chama que existe dentro do seu peito e irradia amor para fora,
Vivemos quando dá-mos alegria aos outros,
quando lhes estendemos a mão,
quando lhes sorrimos amavelmente,
quando temos capacidade para passar por cima dos contratempos...
Como tal, haverá alguém que não vive?
Alguns só por momentos, pois estão cá para barrar a vida de quem quer viver, mas estes não vivem, existem!
Porém, todo o ser humano,
que aprecia, e vê com o coração,
que o peito se enche de alegria quando observa uma pequenina flor, que quando o seu olhar se estende pela natureza até ao infinito, consegue sentir a magia do universo,
que escreve coisas lindas que lhes saem da alma e encantam quem as lê...
Esteja atento, pois está a viver...
O que vem de bom ter connosco, claro que é um balsamo para perfumar a nossa vida e a tornar mais bela e aliciante, mas o que sai de dentro de nós para tonificar a vida dos nossos semelhantes, nos encanta! Ao vê-los sorrir, nossa alma brilha de contentamento.
Pessoalmente só lamento algumas vezes em que esqueço que se eu quiser sou feliz.
Pois aqueles momentos em que sinto que a vida não cabe dentro de mim, por mim são germinados...
É óbvio que já parei muitas vezes de viver, e coloco a minha vida de lado, mas são essas experiências que me fazem reconhecer o que é a vida de verdade.
E vida é tudo que vem por bem, e é feito por amor.
A fonte da vida é o amor e a capacidade de a saborear...

Um xi coração
Laurinha

Um bem-haja para todos os que fazem parte deste seu mundo virtual

Jusy



 
E a história falará um dia da Dolce Poetisa de Braga!
Um beijinho Laura



 
À medida que vamos caminhando e descobrindo dentro de nós sentimentos mais fortes e positivos, vamos aumentando a capacidade de viver, saboreando a vida com mais intensidade.
Porém, muitas vezes são as experiências menos fáceis, que fazem desabrochar dentro de nós, tais manifestações da alma humana!!!

E quando estes sentimentos emergem, por vezes vêem com tal intensidade que não os sabemos gerir, parecendo que o nosso alto astral, fica com os níveis menos elevados, mas isto faz parte do ciclo da vida.
Para apreciar-mos a luz do dia, temos que passar pela escuridão da noite; até que o sol brilha novamente!

Jinhos

Jusy



 
Olá Maria, esta poesia nem é do génro que costumo escrever...Foi escrita num dia mau, num dia lixado, sofrido e revoltado, a revolta ate era contra mim por me acomodar a certas coisas e ver o tempo passar numa pasmaceira que nem te digo...Um beijinho..laura..

Paula, querida Paula, pois é, nem eu concordo com o que escrevi, mas, saiu num momento bem dorido...enfim, temos a vida para caminhar e andamos aqui ao sabor do vento...Nesse momento da escrita, nada estava a ser como devia e asssim...utopia para mim..Beijinho d alaura..

Querida estrelinha d'alva, que engraçado, nenhum letra que eu escreva é acompanhada, ou foi...por uma musica qualquer, simplesmente porque dentro d emim não haviam os sons da dita...Um beijinho, e acho engraçado ligares as coisas assim..laura..

Claro minha querida nina cristal, e , desculpa que te diga, mas olhando à tua vida, eu nem tenho o direito de me queixar... de nada mesmo, queixo-me por coisas que muita gente não tem também, e vive ou tenta viver...mas, a parte de dentro aquela a que chamamos de coração, vive, vive intensamente e sofre pelo pouco que tem..é isso...Um abraço a ti..laura..

tété, não ligues, já foi escrito há tempos (nem muito assim) e já passou, a carcaça arrasta-se sim cada vez mais para trás...é isso..Um beijijnho da laura..



 
João das hortas e dos jardins perfumados, já lá vou, mas quando lá estive tinhas flores para mim que aspirei muitoooooo e que bem me soube. Obrigadinha meu querido João...beijinhos aos dois da, laura..

Querida nina girassol,; tu que já passaste por momentos como vou passando, sabes a que me refiro e o que se sente, por vezes...Deixa, já escrevi isto (ahhh, há semanas ahhh) e já passou. Comigo não há mal que sempre dure, acredita que não...mas...ou é do tempo, da chuva, do nevoeiro, ahhh carcaça laurinha, carcaça que nem é de pão..Beijinhos a ti e obrigada pela força que sempre dás..laura..

Jusy, a laurinha que conheces continua a ser a mesma, sei que não é o meu estadod e espirito normal, mas sei também que tenho os meus momentos de desânimo e..acabo por escrever algo diferente do costume...eu sei que me conheces tão bem assim, para poderes dizer issso...
Já pasou, ou antes, aos poucos vai passando..é a minha vida...calhar passo aí mais logo, dependendo do meu dia..laura..



 
Kim; sou demasiado modesta para querer que a História fale d emim, preferia que gostem de mim nestes momentos ..é isso..Beijinhos...de que vale a história falar d emim quando já não estiver cá? Os meus livros publicados numa editora estrangeira nem se vend eporque em Português, não se vendem, embora haja portugueses a visitar esse site...enfim...mas, mal possa mando traduzi-los e ai serão vendidos que nems ei...por enquanto é esperar, mas, a vida tem-me feito esperar por tudo!... Um abraço..laura.



 
Agora vou sair, fazer análises a tudo e mais logo volto para responder a todos nos seus blogues..um xi da laura..



 
Hummm de vez em quando também entre nesse mundo quimérico, mas felizmente depressa aterro eheheh

Apesar de ser extremamente sensível e de me considerarem uma sonhadora (há quem me ache uma boa argumentista, sempre pronta a fazer filmes eheh) o meu mundo é bem real!!! Apenas fantasio o estritamente necessário para dar um pouco de colorido e ajudar a superar as contrariedades da vida.

Um jinho a ti



 
Tens, aqui, uma beijoka ;)



 
Utopia é que está a dar. Nada melhor nesta vida...



 
Laurinha...Não tenho andado muito por aqui...mas...hoje tirei este pedaço da manhã, para te ler, adorei, ri-me algumas vezes, apeteceu-me dar-te beijinhos outras...
Este teu poema está divinal!
Ando um pouco com as asas quebradas por isso não temos voado há noite!...mas já,já voltaremos.
Jinhos muitosssssss



 
Pascoalita; tu és toda terra a terra, ou de barro, ehhhh aterras e eu também, que remédio, porque se desse para levantar voo e continuar, podes crer que iriamos as duas pra longe ehhhhh onde houvesse aquele Oásis de paz, ehhhhhh... Ser terra a terra ou levitada, do mal a menos, acabamo sempre aqui onde estamos, ehhh...Beijinhos.



 
Carlinha, pois obrigada pela beijokinha e pra ti também...paz, felicidade e amor..laura..

Roderick, utopia é o que está a dar? pois, lembrei-me quando foi a abertura do Pavilhão da utopia na Expo, aquilo sim, eram mais de dez mil pessoas, a ver utopias que nem se viam, enfim...haja utopia no pensamento para que a vida decorra a contento..Beijinhos.



 
Querida Clarinda, eus ei que nems empre há tempo para tudo, nem para blogar a contento...Assim; nem te rales que eu também não..quando não dá, nada de cobrar,...outro dia será..
Ui, as asas estão asadas demais? ahhh, temos de lá voltar de lá ir ter com a nossa ilha o nosso mar...
Jinhos a ti e à nossa ritinha..laura..



 
E Utopia é o nome da Associaçãod e Arte fantástica que a Ana pertence.
E da qul faz parte esta exposição que está a decorrer.

Então? Gostaste do barulho da broca do dentista?
É lindo o som, não é?



 
_??___??
_??___??_________????
_??___??_______??___????
_??__??_______?___??___??
__??__?______?__??__???__??
___??__?____?__??_____??__?_____
____??_??__??_??________??
____??___??__??
___?___________?
__?_____________?
_?____?_____?____?
_?____/___@__\\___?
_?____\\__/?\\__/___?
___?_____W_____?
_____??_____??
_______?????
Um abraço com votos de uma Santa Páscoa.Beijinhos



 
Laurinha. Olha amiga a poesia é profunda e nela mostras muitos sentimentos, e qual carcaça? sempre há uma altura para a vida ser diferente soltar aquele grito do (ipiranga)tu sabes como é,quanto mais vemos mais crescemos,e mesmos mais cotas) ou menos temos direito a uma palavra FELICIDADE,corre nina atrás dela e não a deixes fugir de ti,como um grão de areia??? Força nina.
Beijinho de amizade e sempre aqui de coração.
Lisa



 
Passando só para deixar uns jinhos que hoje não deu para mais

Estou a "gastar os últimos cartuchos" eheheh

Ando ao contrário, já que supostamente a FESTA será na próxima semana ahahah

jinhos



 
Laura

A proposito deste teu belo poema, tento ter jeito, para contar uma história, vais nisso? Um rei um dia disse ao seu mais fiel cozinheiro: apetece-me comer o melhor almoço!
Línguas, foi o apresentado. O rei comeu e depois mandou chamar o cozinheiro. Este disse, a lingua é o melhor do mundo, com ela se louva Deus, se agradece ao rei!...
Este não contestou. Para o almoço do outro dia, solicitou o pior do mundo. O pior foi ementa de línguas. O rei mais do que intrigado, mandou de novo chamar o cozinheiro: este disse, saiba vossa magestade, que nada há nada pior no mundo do que a lingua. Com ela se basfema, com ela se diz mal do rei, etc.
Assim, ficou convencido o rei.
O teu poema está na mesma, fala das duas facetas da vida, dos escolhos, e da vertente interessante.
No fundo perante uma boa poesia digo: a vida pode ser boa ou má. Nós é que temos de tornar tudo bom. É tudo uma questão de força interior, de mentalidade.
Beijinhos miúda.
Daniel



 
Roderick, nino espertinho...quando me sento na cadeira dou folga ao meu surfista...e o meu querido dentista é um sonho de rapaz, da minha familia ehhh e não magoa..até hoje...mas que benção...e o barulho da broca só incomoda e assusta e eu nem me assustei..querias? hem?...



 
Obrigada querida nina da ilha do pico...Muitos beijinhos e uma Páscoa abençoada, com a Paz e o amor de Jesus..laura..



 
Agulheta a carcaça da vida, o conteúdo que no momento em que escrevi, a sentia demasiado vazia, era isso...
Beijinhos cheios de amor e paz, eu serei feliz à minha maneira...como sempre...Um abraço da laura.


Pascoalita; andas à caça?...ehhhh os últimos cartuchos, olhá cartucheira, o coldre, a pistola..ehhhh. Beijinhos



 
Meu querido Daniel; seria o máximo se apenas dependesse de cada um fantasiar a sua felicidade...se fosse, acredita que não estaria aqui assim...Não basta querer, é preciso que a sorte acompanhe também, e, pelos vistos, vim mal fadada a este mundo, nalgumas partes apenas, porque noutras (os filhos) não poderia ser mais feliz...
Eu sei bem a histórinha que me queres ensinar ehhhh não é assim fácil meu amigo...acredita que não! Adoro-te por te preocupares comigo, mas,deixa lá, a vida é que nos dará a alegria quando assim o achar conveniente...beijinho da laura..



 
Lindo poema Laura, gosto imenso de te ler.
Amiga vou estar uns dias ausente e não queria ir sem te dizer nada.
Fica bem Laura, uma santa Páscoa e aceita um beijo de luz
Até breve, até sempre
Isa



 
Querida Maysha, já lá fui e penso eu que incertei o ovo, a não ser que alguém já lá tivesse ido, mas, está tão direitinho como o encontrei, mas, papei que me fartei...gulosa sou eu, adoro chocolates e dos bons...rascas não, ehhhhhh..Beijinhos e boas férias..laura.



 
Ai a nina andou no ovo de chocolate da Maysha ? Hum hum...depois diz que vai levantar o pó das ruas...para perder uns kilitos.
Olha linda senti-te triste nesses comentários todos...já começo a saber ler-te de lá do interior...eu sei o que te faz falta mas querida linda...tens de ser paciente e tu és desassossegada és do tipo é para ontem tás a ver? Ehhh como dizes tu :-) tens de ter mais calminha que tudo se vai resolver não como queres ou gostarias mas...sabendo que a tua vida e projecto será mais importante que todo o resto.
O que mais tememos ou buscamos é o que mais demorará a acontecer...porque assim tem de ser.
Hoje não te posso dizer mais nada sobre estas coisas senão ficas aí a matutar.

Ouvi falar em dentista pensei logo na broca,mas afinal a nina continua a fazer batotas que nós não podemos fazer, ainda bem que podes ...quanto a mim ,acho que irei ao dentista de agora em diante com uns auscultadores de cortar o som que os pedreiros e homens das obras usam quando trabalham...nota-se o barulho mas muito mais suave.
Não é como desligar o surfista mas ajuda neste ruídos loucos que andam aqui em casa a partir paredes etc...grrrr.

Amiga...a minha vida conheces uma boa parte mas há muita coisa que escondo porque nem quero que sofram com o que lerem de mim...é muito penoso o que por cá passou , passa e passará ainda...
No entanto soube dar a volta por enquanto e até agora a isto tudo. Começa a ficar complicado o facto de eu ter agora os dois miúdos a tratar em médicos especialistas e...enfim ...tu sabes...não é fácil mas quem disse que seria?

Contudo há muitas mães e mulheres em piores mas muitíssimo pior situação que eu, tu ...só que cada um se dói nas suas claro...é normal.

Sobre o dia 14 depois escrevo email a ver se entendes a situação que estou a passar...quero muito ver-te rir, chorar se acontecer mas...vai depender do estado psíquico dele do meu nino sabes?

Ele não anda bem , qualquer coisa o desequilibra, eles forçam medicação e eu acho que isto ainda o põe pior...basta a mínima coisinha e tem uma recaída na depressão e estado físico.

Hoje desmaiou em casa por pouco tempo, mas não havia motivo para tal...falha cardíaca não sei. Já aconteceu em tempos deixar de bater o coração. Fazem-se exames e mais exames e nada acusa.

Receio toda esta medicação que fazem do meu filho e dos outros cobaias de laboratório pois diz lá que não sabem as consequências imediatas e de futuro para menores de 18 que tomem estas drogas.

Depois como tudo isto ainda está pouco estudado ou seja estudar estudam mas não chegam a grandes conclusões apesar de se irem passando décadas...continuam no memso ponto que estavam há 100 anos atrás...nem sabem a origem ao certo...

Costumo dizer que há doenças que se mantém porque convém á classe médica e farmacêutica,se me entendes...

Para cumulo e como se já eu não tivesse aqui de sobra...um dos gatos dele esta mal...penso que tem um tumor e ele está muito agitado e nervoso porque não temos dinheiro para o mandar operar...ando aqui a pensar o que fazer talvez peça aos veterinários se me dão credito de alguns meses para ir pagando.

Não é fácil ficar sem subsidio de desemprego sem auxilio ao deficiente e com varias doenças ao mesmo tempo complicadas que exigem muitos gastos e acompanhamento.

Estás a ver o estado de ânimo e instabilidade que aqui vai?

Pois...agora se depois te disser que terei de adiar o dia 14 compreenderás melhor espero eu...e saberás que por muito que eu queria fazer certas coisas que parecem muito simples para uns...para outros (eu) é complicadíssimo.

Nem devia estar a escrever isto tudo aqui no blog mas para mandar agora por email às tantas ainda fica para trás porque vou tratar de fazer umas sopas para amanhã a miúda ter aqui pronto senão mete-se a comer coisas que não pode nem deve.

Laurinha ...amiga linda, por vezes quero ir tomar um café ou uma coisa qualquer ao café com uma amiga e não posso...nem me lembro quando foi a ultima vez que isso se passou... basta uma instabilidade destas para desabar tudo...a saúde dele é muito precária e eu vivo em temor não o demonstrando por fora e nem aqui na maior parte das vezes...choro para dentro pois quem visse as minhas lágrimas nada podia fazer e sentiam-se mal sabes como é que isto funciona amiga e asseguro-te que não são caprichos esta doença é assim mesmo...perturbações que englobem cérebro...neurologia...e todas as que depois a esta se associam são muito complicadas de se compreender, aceitar e saber como lidar com os portadores delas.

Acredita que às vezes me revolto e quero mandar tudo às favas e ...mas não posso e volto a serenar e acomodar o meu espírito ao que tem de ser feito , tomo mais uns comprimidos para me acalmarem senão nem sei dava em louca ( já falta pouco).

Não sei o que é sair com uma amiga sequer para caminhar, não sei o que é poder ir lanchar com uma amiga, não sei o que é poder namorar, não sei o que é poder entrar numa loja de roupa tranquila e comprar algo para mim...não sei o que é ...muita coisa da vida mas sei algo importante: Amo e adoro o meu filho e por ele farei tudo, mesmo tudo. Não me refiro à minha filha porque as consequências de tudo isto estão na doença dele e não nela, embora pagar a universidade durante estes 4 anos não foi nada fácil sem ajudas de pai algum ou governo etc...

Pronto amiga linda, já é algo tarde ainda nem jantei mas nem tenho fome tenho é de ir fazer as sopas para os ninos comerem amanhã que tenho de ir para a segurança social sem os tais papeis ehehe que não encontrei e esperar que me ajudem em algo ( esperarei sentada pois...). Sabes que para mim não houve prolongamento de subsidio de desemprego tinha terminado essa cena e agora que acabou o meu tempo já estão a dar novamente mas eu não tenho direito porque acabou o meu prazo em Fevereiro..eehhe tas a ver a sorte? Ainda dizem que a sorte se faz e conquista e como?

Jinhos e que Deus nos vá dando saúde para tratamos da vida...se não houver amor...que se lixe amiga pode ser que ele venha todo junto para a próxima encarnação enquanto isso declamarás poesias lindas.
Beijinhosssssssssss



 
Nina, acordei tarde, pois dormi mais ou menos, o sabor da boca parece que se entornou um tinteiro de tinta d aimpressora cá dentro, tal o sabor forte.ehhh. v vestir-me ainda para as corridas, ahh, corridas. Nem te rales com o dia 14, apenas gostaria de te dar um abraço, mas, entendo-te minha querida, acredita que sim...e um dia isso será..Beijinhos.



 
Querida Laura

Hoje não sei...não consigo sorrir nem escrever...peço desculpa não estranhes a ausência estou bem só que ...triste demais.
Não tenho palavras que possa descrever o que sinto o que estou a passar, não te preocupes comigo depois darei noticias pode ser que isto amanhã vá melhor ...ou não...já nada sei da minha vida.

Beijinhos meus com carinho



 
Enviar um comentário



<< Home