A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


terça-feira, agosto 12, 2008

 

Tardas tanto!...



Tardas tanto!...


Tardas tanto
Por onde andas
Voz do meu pranto
Porque tardas
Porque tardas tanto?

Cansei-me de percorrer
As estradas
Por onde andávamos
E de tanto por lá passar
Habituei-me por ali a ficar…

Tardas tanto
Por onde andas voz do meu pranto?

Já fico ali de dia para dia
E as noites já as passo lá
Também
E tenho medo que passes um dia
E não te veja por lá ninguém…

Tardas tanto
Por onde andas voz do meu pranto?

Anda depressa que tardas tanto
E a vida que me anda a tardar
E eu canso-me de esperar
E ainda acabo por ficar sozinha
À tua espera
Sempre a sonhar!...

A imagem é linda, cliquem para aumentar, adorei...E digam lá se isto não dava um lindo fadinho e guitarradas!?...







Comments:
Já estou farto de te avisar, da próxima ata-lhe a canela à mesa da cozinha! ;)



 
ahhhhhhhhhhhhhhhhhhh
ehhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
óóóóóó´hhhhhhhhhhhhhhhhhhh
Recado recebido e vais ver, não tarda ladramos os dois!....ehhhhhhh
mas que genial conselho. Vou aproveitar a deixa e pensar onde o vou prender mesmo..jinho de mim que adoro a ti. laura..



 
ola, ilustre "visitanta".
Tocado pelo seu comentário que nos dá força.
:-)



 
Oi, Laura!
Não entendem mesmo os românticos, né? Somos uns incompreendidos...
Só tenho um filho, mas se fosse filha, o seu nome estaria na lista e ainda tem uma música, um jazz, que se chama "Laura". Legal!!!



 
clap...clap...clap... ai que trabalheira este clap...clap...clap... vou ver se os teus têm menos pontinhos!.
É a verdade, faz sempre bem ouvir ou ler quem fale contra o que achamos mal, mas nada fazemos de real, pois eles continuam na maior a roubar a ter a estragar e nóizinhos continuaremos a escrever, falar, protestar!...Beijinhos ó clap...só um clap, mas já agora vai mais um e fica na conta certa...clap. laura..



 
vanuzapantaleão, credo, andam todos de nomes sonantes e grandes, compridérrimos!...
Sou mesmo muito e muito muito incompreendida, na verdade há poucas pessoas românticas e só por isso dizem logo pra eu por os pés na terra!... Mas eu já sou tão rasteirinha que daqui nada tou descalça!.
Sou romântica,sempre fui, hei-de continuar a ser, e...que se lixe, eu sou eu e gosto de mim assim...
Beijinhos a mais uma romântica e o nome herdei-o de minha querida avó laurinha!... e até gosto do meu nome assim..acho-o profundo, tá ouvindo aquele moçome chamando com carinho? lauuuuura?...que bacaninho. bigada moça.



 
Laura

Sempre a tua bela poesia, mesmo que a veja como um grito, neste caso um grito de alegria a misturas um pouco de saudade.
Consedero-te com um beijinho,
Daniel



 
Quem é muuuuiito linda?



 
Ah, ah, ah, este Rafeirito tira qualquer um do sério... atar-lhe a canela à mesa da cozinha??? :)))

A imagem é mesmo do jeito que qualquer nina sonhadora adora: parece uma ilustração de conto de fadas...

Beijokinhas, Laurinha!



 
Pois eu que bem recentemente no meu post "Alfa Pendular" estava preocupado sem saber onde vou parar quando bater a bota, com uma imagem destas, quero o céu. O pior é o "cornudo", que faz questão e tem argumentos mais do suficientes para levar para o inferno.
Para me consolar até a "Silencio Culpado" diz para não me preocupar que lá ao calor da fogueira, contaremos as nossas historias e revivemos coisas passadas.
Evidentemente não acredito, porque se ela fosse para o Inferno onde é que eu iria parar. Se calhar para debaixo dos poços de petróleo.
Não me alongo mais



 
É daniel, é o meu grito de Ipiranga no que se refere ao amor!...Dá pra ver, mas já foi escrito há meses e bons meses, no tempo do frio e doa conchego..beijinho a ti.



 
clap clap, decerto a tua julieta que ê cá sou feiosa demais...ji..e a nina do blog é a je nos anos 70...assim; imagina quem é linda..jinhos pra ti.



 
é verdade tété fiquei deslumbrada e queria algo que mostrasse solidão e uma vista linda e pelos vistos..enche a gente de sonhar ehhh jinho a ti e o rafeirito eu conheço-o falei com ele no Porto no lançamento do seu livro lindo e adorei estar com ele aquele cadinho... Beijinho, mas ele tira-nos do sério se tira, deita-nos ao chão d etanto rir...ji.



 
zé do cão, o céu é o melhor, não te fies no mafarrico que ele engana qualquer um com falsas promessas, vai pró fresquinho e sempre te sentirás melhor por lá com estas vistas,,olha só, mas que beleza!...Um jinho da laura...



 
ah, o namoradod aneide andou aqui a actualizar isto e eu nem vi que não estava a escrever como laura e sim neide, desculpem lá mas sou eu a lauraaaaaaa.....



 
Linda!
(ouvindo manuel freire)



 
clap! uma x e chega..sou poupadinha na spalavras escritas, nas faladas vai o diabo!...
E a musica que nem ouço e tu dizes que é linda! e os outros também e assim tenho mesmo a certezinha, esta musica e a cançoneta são lindas pois!...Ji.



 
Olá,

Simplesmente lindo!!!


Beijihos



 
ahahahahahah
Bem, eu pedi um poema mais alegre e ... melhorou um nikinho. Então os comentários nem se fala ... já me ri com o nosso amigo rafeirinho ahahahah

Continua que vais bem :)

jinhos

P.S. Olha, a propósito de branco, fica sabendo que a compra que deu origem ao meu último post ocorreu cerca de 1 hora depois. Daí o resultado ahahah



 
ai dona pascoalita, a menina andou a abusar na foi? depois na entrava em casa na foi? ai foi uma hora depois de ja teres despejado a garrafa anterior? tou pra ver...

ahhh o nosso rafeirito sai-se com o impensável, mas o raio da rauf tem cá uma piada... Ji.



 
Obrigada tony, bem me pareceu que é cheio de sentimento e quando o escrevi, estava a sentir-me assim...jinho para ti e claudia...laura..



 
Publicar um comentário



<< Home