A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


terça-feira, janeiro 23, 2007

 

Andam todos a ditar leis…





Andam todos a ditar leis
A torto e a direito
A julgar se devem ou não
Tomar a decisão
De acabar com vidas
Que ainda nem nascidas são…

Andam todos a ditar leis…
Uns pelo sim…
Outros pelo não…
E quem é o interessado
A esse é que interessa
Resolver a questão...

Não concordo, nem discordo
Cada um sabe de si
Se todos tivessem cuidado
Ao andarem no sexo desenfreado,
Talvez não houvesse tanta questão…
A resolver com um Sim ou um Não…

O meu nome nunca verão,
Escrito num papel qualquer
Onde todos têm o direito
De assinar se quiserem
Mas lembrem-se que serão
Julgados por todos os que lá estão…

Aqueles que queriam viver
Que queriam ter direito,
Como os que aqui estão
A assinar hoje, a favor da questão…
Quem sabe se sentissem neles,
O que sentem os que lá ficam…

Talvez já nem assinassem,
Nem questionassem
Qual a razão, porque
Uns assinam e outros não!!!
É que depois desta vida,
Ainda haverá muita questão… A resolver!

Etiquetas:







Comments:
Como bem o dizes cada um sabe de si... mas as crianças geradas são lixo que se deita fora?

Quem pensa que serão os pobres que irão beneficiar com o Sim estão muito enganados ou não conhecem a realidade do país.

Tudo de bom



 
Olá marius..
Pelo menos acho que um aborto não se deve fazer, apenas em caso de doença etc etc..Não devem ser uns e outros a aprovar uma lei que vai fazer mais mal que bem. Daí faço como Pilatos..Lavo daí as minhas mãos!! Cada um sabe de si...O mau é haver cada vez mais irresponsabilidade da parte da mulher, só ela pode conceber se quiser. Os homens a maioria sempre se descartou, mas quem faz os abortos são elas!!
Conheço casos e casos, mete dó as lágrimas que choram, mas depois do mal já feito.. mas é um Ser de Deus que vem lá, para como nós, poder evoluír e seguir seu caminho. Nem sempre os deixam.
Os pobres ficam sempre a perder com qualquer Lei que seja aprovada, as novas Leis favorecem quem mais tem....Isto é apenas para que as nossas mulheres não precisem de se deslocar lá fora e deixem aqui o dinheiro...
Mais palavras para quê?
Um dia bom para ti..



 
Muito, muito bem Laura.

E este seu papel de bom grado o assinaria eu! ;-)

Beijinho.



 
Esta questão está mesmo a mexer com o povo lusitano, pois onde quer que se vá todos estão a comentar. Boa sorte a vocês com suas escolhas.



 
Provavelmente não participarei, como aconteceu antes.
Mas apenas pq seja qual for o lado que ganhe, nada mudará! Ficará exactamente tudo igual(O dinheiro gasto nos 2 referendos, alteraria as condições de vida de mtos portugueses!)
Será que alguém, acredita que na eventualidade do "sim" ganhar, serão criadas condições para obviar à situação? Alguém faz ideia do k isso implica? Como, se até estão a acabar com as poucas condições que havia?
Não sou a favor da despenalização total do aborto, mas tb não votarei "não". Por outro lado, tb não condeno quem o faça!
E um governo k não se preocupa em criar condições para que todos os seres humanos tenham as mesmas oprtunidades, não tem moral para absolver ou punir. Enfim, digamos que neste aspecto, rejo-me pelas minhas regras e pela minha consciência.



 
Muito bem pensado... muito bem escrito e uma conclusão muito inteligente!
As suas palavras estão cheias de luz!
Obrigada pela visita aos meus blogs.
Tenho muito gosto em falar-lhe do Projecto.
Mas assim por este meio é complicado...
Mas vou encontrar a maneira certa.
Para já aqui fica o meu mail.
carlaaugusto@hotmail.com
Virei aqui brevemente.
beijinhos

Muita Paz



 
Laura tente entrar aqui
http://groups.google.pt/group/lumen2007?hl=pt-PT

É o grupo de partilha de experiências do Proj. Lumen



 
Olá Fallen angel..
Papeis destes nem era preciso assinar..Se pensassem antes nas coisas.. Não basta ir à Missa e dizer-se católico, aliás para mim não há melhor religião di que tentar ser para os outros como queremos que sejam para nós..E mais nada..Não é bem o que se vê, e como sempre disse, cada um vale e fala por si...As escolhas são de cada um, no fim é que vão ver o que fizeram...Claro que será tarde, acho que o remorso corrói por dentro. Mas continuo a dizer cada caso é um caso.. Um beijinho..



 
Olá L.S.Alves...
Tem que mecher com o Povo, pois é a vida do Povo, os quereres do Povo.. É uma questão bicuda que uns tentam mudar, retocar, fazer parecer melhor e mais natural..mas..a história é sempre a mesma.. De tudo se fará dinheiro amanhã.... Se ajudassem os mais pobres a ter um pouco mais..Isso sim, seria lindo, mas pelos vistos nem é para isso. Enfim amigo..É a vida e as Leis que temos.. Obrigada por vir cá..jinho..



 
Dizes bem Pascoalita..as tuas regras e como tu queres.. E o tal do referendos, ou do raio dos referendos que se fazem por tudo e nada, lá vai o dinheirinho para coisas que nem deviam existir, mas estão aí à vista. Entendo que existem mulheres que já nem podem nem devem ter mais filhos devido ao magro orçamento, mas, coitadas..e quem sou eu para as julgar? Sempre dizem..acontece....É o que temos mana e bem conhecemos, e na verdade, andam a fechar maternidades hospitais que sei lá....Já devem estar a contar que com o Sim a clientela diminua..Sei lá...Mas que estão a tirar tudo o que mais nos faz falta, isso estão..Beijinho da mana..



 
Muita Paz!!! Gostei Carla Augusto..

As palavras saíram em verso, para quem não ouve e nem cantar sabe...Mas foi o que saíu. Nem todos entendem certas palavrinhas que lá estão, porque já me perguntaram o que queria dizer com
..O que sentem os que lá ficam..
Lá expliquei que acredito nas outras vidas e no julgamento , no fim...Os que lá ficam são apenas os que de lá teem que sair queiram ou não (aborto) e terão que voltar para de novo poderem evoluir como nós....mas quem me entende? Poucos, muito poucos, e me censuram, muitos pois, mas que se lixe, digo apenas o que sinto..
Escreverei mal possa.. Um beijinho..



 
uma opinião em prosa, originalmente brilhante. :)

é preciso não esquecer, apesar de estar implícito, que se está a referendar o facto de, se a mulher tiver de o fazer, refiro-me ao aborto claro, não ser presa, ou acusada a pontos de o ser. Será portanto, se concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, por consentimento da mulher e até às 10 semanas de gestação.

pelo facto de concordarmos que uma mulher não seja condenada por ter de fazer um aborto, não implica que estejamos a favor do aborto, ou pelo menos da forma liberal com que os defensores do NÃO o apontam, quase como a conotarem este referendo a uma ideia de aborto livre.

a questão do aborto é outra, seria de referendar igualmente, mas desta feita associada a uma consciencialização, das adolescentes, mulheres e respectivos companheiros, para comportamentos que evitassem a gravidez indesejável, que obviamente está na razão do aborto como solução a essa gravidez. no fundo é tudo uma questão de prevenção

quanto aos abortos clínicos referentes a mal formações, problemas ginecológicos, etc., esses já estão legislados.

estes movimentos que têm vindo a ser criados e apresentados à opinião pública como movimentos de consciencialização da população, pelo menos os defensores do não, têm me dado a volta ao estômago, que nem imaginas, extrapolarem o real objectivo do referendo, para a questão da liberalização do aborto, como já disse atrás, outra questão, é no mínimo atentar à verdade dos factos e prestar um serviço muito pouco público.

ao serem apresentadas às pessoas o sim, erradamente, como caminho para o aborto livre, tomam uma atitude de autêntica manipulação das mentes das pessoas mais desatentas, uma perversão.

para mim este referendo e a alteração mais que provável à lei, peca por exígua, por não abraçar igualmente os aspectos da informação e formação preventiva, logo desde a infância em relação ao sexo e às consequências que daí advêm.

Os professores, ou a grande maioria, não fogem ao programa, a disponibilidade que têm fora do âmbito de leccionar, ao serviço do aluno, é nulo ou quase nenhum, os pais das adolescentes continuam a achar que só as filhas das colegas de trabalho é que iniciaram precocemente a vida sexual, etc., etc., e isto é que eu acho ser urgente de introduzir na sociedade, este tipo de informação e formação, mesmo antes que este referendo, hipocritamente, apesar de contra a lei, nenhuma mulher cumpriu pena por abortar
Bem temazinho complexo heim titia

beijoca

já há muito que não escrevia tanto



 
E que espantada fiquei com tão lindos escritos da tua parte meu sobrinho querido Jotinha..!!!Obrigada e que todos pensem assim...
Por isso disse que as partes interessadas é que podem saber da vida delas e o que fazem, se o querem fazer ou não fazer, é com elas, deviam querendo poder fazer fosse onde fosse sem que para isso façam esses alardes que parece que vem lá guerra.. esta coisa toda..Nunca concordei que alguma mulher fosse presa por isso, e a maioria nem é apanhada nem ninguém sabe de nada...Ou há moralidade ou comem todas né?
Sempre falei com a minha filha nesse sentido. Não sou de falsos moralismos como dizes que todos pensam que a filha das colegas é que faz sexo, os nossos não...Sei bem como as coisas são, nesse aspecto sou bem moderna..Não fico atrás no tempo. Os meus admiram-se quando me ouvem a falar de alguns assuntos e entreolham-se a dizer..a mamã tá a dizer isto?? Falo sobre tudo e as consequências desde pequeninos. Nas escolas não digo que haja apenas falar sobre sexo..é falar sobre o antes e o depois as consequências, a moral de tudo isso, e muitas mulheres sabem que correm o risco e depois...Por isso disse não concordo nem discordo.. eu tentei olhar por mim da melhor maneira que soube, nesse aspecto para não ter que o fazer... É realmente um caso muito complexo que não se resolve nem com sins nem com nãos....Apenas sinto que são vidas que ali vêm cumprir seu destino e à partida não os deixam. Cada um é responsável por si..
Obrigada pelo comentário extenso... e muito elucidativo para mim, que como não ouço nem estava a ver bem onde querem chegar com tanta fala e tanta coisa, mas entendi melhor agora....



 
Laura, pasé por aquí y no quise dejar de acercarte mi saludo y comentarte que me agrada mucho tu blog.
Un beso grande



 
Boa noite, Laura.
Vou votar e de acordo com a minha consciência, sou contra a morte de seres indefesos, eu voto sempre na vida, porque se ela nos for dada temos possibilidades de lutar para que ela seja melhor.
Se a mãe do meu neto tivesse abortado, eu não teria aquele borrachinho lindo.
Hoje em dia há muitos contraceptivos e ficam muito mais baratos do que o aborto.

Beijocas



 
Eu subscrevo as palavras que ouvi há pouco ap Bispo de Viseu:

"O bispo de Viseu justificou que votaria a favor da despenalização da mulher por acreditar que as mulheres que decidem abortar são "vítimas da sociedade" e não interrompem voluntariamente a gravidez "por vontade própria ou leviandade”.

De resto, como já disse, o dinheiro k se gasta em referendos (calhar terá o msm resultado do anterior) ajudaria a melhorar a qualidade de vida das nossas crianças e idosos.

Xiiiiiii como eu adorei ler o teu sobrinho, laura !!!
:-)



 
Palabras con ningum sentido..
Gacias, és lo mejor que puedo hacer..
Bienvenido a my hogar siempre..saludo..e um beso.



 
Pois é mary,cada um faz como quer, pela vida somos todos, e nem todas as mães podem criar os filhos na base de bons salários, e muitas coitadas que remédio têm, e claro que não o fazem de ânimo leve..Mas que confusão por causa disso.. Beijo..



 
O meu sobrinho ó Pascoalita é o que já sabemos..Escreve bem pa caraças como se diz...E até nem sabia que a despenalização era para que as mulheres não fossem presas por abortar etc etc..vá que ele lá me entendeu..
Quanto ao Bispo a maioria Católica deve estar escandalizada, se não ouviu o que ele falou..Mas se é como dizes..pois é..os mais pobres é na aflição que os fazem tadinhas..Tenho pena de todas, pois as que conheço e já os fizeram ainda hoje o choram.... Que vidas meu Deus...
Jinhos pa ti mana querida..



 
Olá,
Que posso eu dizer se os meus olhos não falam!
Transmitem emoções, a essa beleza inconfundível
Que as palavras me transmitem
Aqui estou eu para te dar o meu gesto de carinho
Soberbo...

Conceição Bernardino



 
Oi Conceição.. Obrigada pelo mimo e dá vontade de continuar.. Um beijinho..



 
Muito bem... concordo plenamnte... cada um sabe de si!
há que haver responsabilidade.. há que ter consciencia!!!

beijinho =^.^= tarina



 
Que bonito nome peseudónimo o que for..Tarina.. Obrigada e é mesmo assim..Mas porque teimam em se meter onde nem devem...cada um sabe de si e as conseyquências serão da própria....Claro que falar não custa, mas quem quer ouvir isso? Beijinhos..



 
Laura passei para te ler e desejar-te um belo fim de semana.

Li o que escreveste e penso que se é essa a tua posição perante o aborto, a minha não anda longe da tua.
Há porém divergências (haverá?):
Eu não votarei Não.
Porquê?
Muito simplesmente porque, em homenagem aos ensinamentos da igreja (que colhi no tempo em que fui católico convicto- hoje sou marxista, graças a Deus!)os crentes e não crentes não têm o direito de condenar ninguém DUAS vezes pelo mesmo acto.
No caso presente, muitos católicos e não só, correm o risco de cometeremem grave pecado, ao votarem Não.
Se acreditam que Deus irá julgar e condenar essas mulheres por terem interrompido uma gravidez, porquê irem contribuir, agora, para que outra pena lhes seja aplicada aqui, na Terra (vexames e eventuais prisões)?

Um abraço



 
Olá Zé lérias, só hoje tive Net e só agora respondo..
Ambos estamos do memso lado.. Eu apenas quis dizer que qualquer cidadã devia poder fazer o que quiser sem ter ninguém a julgar ou sequer a prender..Isso está longe do meu querer..Quero que todos possam usurfruir da liberdade que nos deram com o 25 de abril...E ainda dizem que vivemos em democracia. Não voto sim nem não, porque são coisas demasiado complexas para serem julgadas de animo leve.. Acho que ao meterem-se a mandar em nós, em prender, manipular já estão a meter-se em terreno privado. Devia ser assim..cada um faria como quisesse. Porque as causas morais seriam de cada uma. Dizem que deixa marcas profundas..Mas..A vida é assim..Com os meios que existem hoje em dia ,quase que só engravida quem quer...
Claro que sou contra prenderem..mas a propósito de quê? estes Politicos de meia tigela..e muitos até são pais de abortos que são feitos lá fora....Pois é que santa ignorância..
Um beijinho para ti amigo...



 
Tenho tentado estar atenta aos argumentos de quem defende o "sim" e o "não" mas os debates nem sempre ocorrem a horas adequadas a quem enfrenta horários de trabalho rígidos.
Continuo indecisa e incapaz de votar em consciência, e devo dizer k qto mais procuro informar-me, mais baralhada fico.



 
Deixa lá mana, não te baralhes mais..Eles que se embaralhem que tudo o que fizerem de torto, amanhã terão que endireitar, e claro que antes disso haverá muito sofrimento para muita gente.. Beijo pa ti..



 
Está a aproximar-se o dia de ir votar. Já me perguntaram se ia..Disse que não, que nem entendo o que prá qui anda, se é bom se é mau o Sim ou o Não.... Vamos lá a ver, e o que ganhar é o que tinha que ganhar.. Já nem preciso de torcer por isso....



 
Sim, está próximo e eu continuo na minha: com o dinheiro gasto nas campanhas e afins, bem podiam proporcionar uma vida melhor a que precisa.
Continuo indecisa. No próprio dia decidirei se e como voto.



 
Ensina-se tanta coisa útil ao veículo externo do ser humano. Existem toneladas de informação, mas no nível em que a humanidade está pecamos muitas vezes por não saber comunicar.

Quando é que vamos conseguir ser mais simples e sérios no propósito de comunicar e fazer passar a mensagem que dignifica a vida?

Quando mudarmos de rumo a níveis mais profundos e subtis, sem no entanto abdicar deste plano físico, começaremos a vislumbrar o impulso de energia, o sopro da vida que dá forma à matéria.

Enquanto seres de superfície, estaremos limitados a um mundinho que é somente a ponta do iceberg.

Neste mundo onde muitos querem ter razão e apresentam discursos que por vezes insultam a nossa capacidade de conhecer a nossa origem, regressa-se à futilidade de mentes vagabundas.

A verdade talvez esteja em níveis muito mais profundos e subtis em cada um de nós, e a vida talvez encontre outro significado que a ciência só agora começa a vislumbrar em universos atómicos e subatómicos de energia subtil.

Quando a nossa mente e o coração se unem acontece um silêncio na nossa consciência mais profunda. E no nosso centro de luz temos uma resposta que sempre defenderá o que nos deu a vida...

Podemos "aniquilar" o veículo físico, desprover o receptáculo de energia densificada da forma que iria abrigar um corpo mais subtil de energia, mas é impossível matar a origem que dá a vida.

Que cada um vote em consciência profunda...

OM-Lumen



 
Pois é On-Lumen.. Consiência profunda, nem todos a têm, nem todos sabem o que é, pensam que é apenas um querer e mais nada.. Sabes que poucos vamos até ao inico e fim da nossa consciência... Eu até penso repenso e torno a pensar..a mente humana é muito complexa para entendermos.. Cada um é como um grão de areia diferente dos outros..Respeito-os a todos, e se fizessem apenas um cadinho de esforço para atingir a mente mais verdadeira, de certeza que chegavam lá..Assim..FIcam as boas intenções pelo caminho e votam sem saber qual a melhor opção.. Beijinho..



 
Pois é On-Lumen.. Consiência profunda, nem todos a têm, nem todos sabem o que é, pensam que é apenas um querer e mais nada.. Sabes que poucos vamos até ao inico e fim da nossa consciência... Eu até penso repenso e torno a pensar..a mente humana é muito complexa para entendermos.. Cada um é como um grão de areia diferente dos outros..Respeito-os a todos, e se fizessem apenas um cadinho de esforço para atingir a mente mais verdadeira, de certeza que chegavam lá..Assim..FIcam as boas intenções pelo caminho e votam sem saber qual a melhor opção.. Beijinho..



 
Enviar um comentário



<< Home