A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


sábado, novembro 08, 2008

 

Esta poesia foi escrita em 1980 !...


Já tinha a folha digitalizada, mas não se conseguia ler, assim conto um pouco sobre a autora que não conheci, já falecida.
Ontem fui à Glorinha beber o costumeiro cházinho na companhia da filha que veio de Salamanca passar uns dias, ficou gripada e acabou por ficar mais outros tantos dias e assim...
Mostrou-me uma folha já amarelecida pelo tempo! Foi enviada do Brasil, (Recife) a senhora em questão era Brasileira e casada com um tio do pai da Glorinha, e enviou o poema como um cartão de Boas festas e tem a data de 23-12-80, por baixo diz; Um Natal Feliz e um 1981 cheio de paz, deseja Adaltina, e assinou. No fundo dizia, Vasco Julia e filhos. Teria na altura 80 anos, (faleceu com cerca de 90) Achei-a tão bela, tão terna que não resisti a pedir à Glorinha se a deixava colocar no blog para que mais olhos o possam ler e tirar uma lição de ternura dali, já que no tempo dela existiam os mesmos anseios que agora! ... Querer um mundo de paz para todos, especialmente para os velhos e as crianças!...
Eis o poema;(cliquem na folha para aumentar)

"Um mundo sem medo"

Como eu desejo um mundo diferente
Desejo um mundo cheio de paz e bonança
Uma vivência que desperte a nossa mente
Onde renasça cada dia uma esperança

Um mundo livre sem ódio e sem rancores
Onde não haja nenhum ser desamparado
Um mundo onde se possa olhar as flores
Onde não haja nenhum velho abandonado

Um mundo onde se possa caminhar sem medo
Cada criança simbolizando uma flor
Onde não haja criaturas no degrêdo
Um mundo puro sem angústia, e sem dor

Senhor Deus! quero te pedir no teu Natal
Para mudares a rota desse mundo
Fazei a criatura menos desigual
Para se amarem com um amor profundo

No olhar da criança a felicidade
No adulto o brilho tranquilo da paz
No velho um olhar de serenidade
Só te peço isso senhor! e nada mais




Segundo a Glorinha, a Adaltina adorava flores e crianças, queria que no mundo houvesse paz, e pelos vistos, os anos passaram e continuamos ainda pior que antes!...
Presto-lhe meu preito por tão bela poesia e lindas palavras, e a familia adorava a senhora Brasileira que vinha cá muitas vezes e deu para verem que tinha uma belissíma alma e era senhora de cultura e belas palavras...

Este bocadinho escrito em verso sou eu que lhe dedico, pois creio que os seres de luz continuam a habitar no Reino de Deus!...

Costuma-se dizer
Que palavras
Leva-as o vento...
E pelos vistos
Todos mentem
Pois este papel amarelado
Ainda tem guardadas
As palavras que não se deitaram ao vento !...
Estão aqui em forma de testamento!...

Acredito que lá no Alto, ainda escreve poesias e quem sabe por vezes vem até mim quando quero escrever, e não me deixa ficar de mãos vazias!...





Comments:
Laura

O mundo não melhorou! Estará com menos paz do em 1980, mas que descanse a senhora Dona Adaltina nesse sonho que preconizava, porque continuam a haver corações bondosos. Pena é que não sejam mais.
Beijinho,
Daniel



 
Mas que melhoras esperamos deste mundo? O bicho homem está sempre presente para a sua destruição!!. Não me venham dizer porque houve uma mudança na América o mundo vai mudar. As moscas são outras mas a m...a é a mesma.Beijinhos e bom fim de semana.



 
É isso mesmo, Laurinha, esses são os anseios de todos os tempos: alegria, paz e serenidade, num mundo mais justo e igual para todos!

E todo o ano, não apenas no Natal... :)

Beijocas!



 
Esta postagem tua ficou de uma ternura ímpar, de uma delicadeza que nos chega ao coração e ali se aninha, deixando-nos a pensar nessa senhora de alma tão doce que em versos tão lindos mostrava o desejo do seu bondoso coração. Tenho certeza de que o teu carinho nessa publicação chegou de alguma forma até onde ela está, e um terno sorriso deve ter aflorado na sua face, mostrando sua gratidão. Foste iluminada com esta homenagem, meu anjo!

Fica um raio de luar brincando nos teus sonhos e um beijo no coração.



 
daniel; pois não meu amigo, pois não!... e paz, qual paz? acho que não sei bem o que é isso...em Angola já havia guerra no mato que d euma forma ou de outra nos aterrorizava quandos e falava nela, e muitas vezes fui em colunas militares em carmona... e de armas no carro a passar no Quitexe, e por vezes ia almoçar com um vizinho que era amiga da filha ..levava a metralhadora ao lado, enfim, saiamos da cidade e embrenhavamo-nos por Catete e picadas.. Depois tivemos de sair de lá. deixar a casa e os amigos e o trabalho que adorava...fomos para a África do Sul e passados anos o Terreblanche ergue-se, aquilo era de doidos e já tinhamos vindo embora quando começaram as guerrilhas pela cidade toda...e, está no que está, sem paz, os pobres cada vez com menos, ai amigo, nunca vivi verdadeiras ERAS de paz!...Os corações bondosos só por si não fazem grande coisa para que tudo pssa mudar, lá que ajuda, ajuda!..
Beijinhos.

João, nem falei na América, mas esse homem vai tornar a vida mais fácil para o povo mais oprimido. é justo que assim seja, e aqui deveria ser igual pois os que muito têm não precisam de mais... e deviam ajudar a equilibrar a vida dos que nada têm, mas não...estamos ainda muito longe de sentir aquele amor que o PAI pede para sentirmos por todos!...
Beijinhos e tenhamos Fé, que ela transporta montanhas!...

Exacto tété, tal e qual...
Anseio que haja paz e sorrisos em todos os rostos, ma sos er humano só pode sorrir por dentro e por fora, se tiver o aconchego de um lar, educação, roupas para se vestir, e paz, muita paz sem medo sem tristeza por não ter pão!...beijinho de Bom Domingo. laura..

Claro que sim doce Beatriz, e quando vou à Glorinha e falamos nela, decerto que desceu até nós, acredito nisso sim... e como disse; nunca a conheci pois ela já morreu há cerca de 18 anos. mas isso nada quer dizer, pois no reino de Nosso Pai a vida continua e que bom que é assim...é cá uma alegria quando penso que poderei ir para lá, e Ele me há-de deixar ir para um lugarzinho lindo, onde haja amor e a paz que anseio, e claro, não quero ficar a li como muitos pensam que o vão fazer quando mudarem de terra...a sornar todo o dia...quero levitar, voar, e ir para os lugares onde seja mais necessária a ajudar os que precisam, isso sim...mas só lá é que se v~e!... pelo menos penso assim. Beijinho e obrigada pelo mimo. laura..



 
Ó Laura, eu sei que andei a tomar comprimidos demais "pra dor no coração" e fiquei meio baralhada, mas eu não li em algum lugar que HOJE dia 9 o teu blog faz anos?????????????

Ou foste pra algum São Martinho e esqueceste???



 
Pois creio que isso é o que todos gostaríamos, laurinha .....um mundo cheio de paz, sem guerras, sem crianças a morrer à fome e onde todos vivessem dignamente.
Mas é o próprio homem com toda a sua inteligência e egoísmo que faz dele um verdadeiro inferno.....

Linda poesia .
Beijokitas e bom domingo



 
Com que então foste tomar chá? Aí nessa Cidade é habito de certas senhoras irem beber um chazito na Brasileira e em outros lados.
Só que em vez de chá o "garçon" trás as chávenas cheias de pinga da branca verde.
ahahah... Sabes bem que isto é verdade.
Nas tascas, não existe esse protocolo é malga de litro e acabou-se. Juntam-se 3 ou 4 e agora besbes tu, e depois eu e a seguir tu mais eu... Regressam a casa agarradas umas ás outras...
E viva o S. Martinho...
Beijocas



 
Infelizmente o mundo não é assim... Nem nunca será! :(

Beijocas



 
Concordo plenamente com o Pedro Barata, aconteça o que acontecer, nunca termos esse mundo.
Ou seja só o termos na nossa mente e no nosso coração,de resto em sonhos nada mais, e sonhar é lindo.
SÃO (famalicão)



 
Acredito que, apesar da maior visibilidade da 'maldade', hoje o mundo está menos cruel, mais justo.

Ainda muuuiiiiiiiiito longe do desejado, mas melhor sem dúvida, e isso já é uma pontinha de esperança para um futuro longínquo.

Bjito para ti Laurinha :)*



 
Olá, laurinha

Coninuas imparável, cheia de força e boa disposição. Bem me podias ceder alguma desse tua genica, menina.

Serão os ares do Norte? Ou vais buscar força ao monte junto ao Bom Jesus? Quem me dera estar mais perto para ir contigo e captar também alguma energia.

Bom resto de domingo

Um beijo da Adry



 
Olha, olha ...

Bem me pareceu ter-se cruzado agorinha mesmo com a nina Ahlka ... Voltei atrás para conferir e não é que é mesmo??? Há quanto tempo!!!



 
Um mundo sem medo... bom, essa é a beleza da poesia, pode-se sonhar.

Beijoca!



 
oi laura

descobri seu espaço por acaso, mas vejo tanta verdade nesse post... Não resisti, tive de comentar. Vejá só como nossos desejos continuam os mesmos: paz, harmonia entre entre nós. É um eterno 1980!

Bjus e parabéns pelo espaço

Karol



 
Olá, vim deixar beijinhos .
Cisne Branco



 
Pronto, trouxe uma cadeirinha e sentei-me aqui á porta do teu blog, é que andas num frenesim que estou sempre atrasada..Trás dai uma mantinha quente pra eu tapar as pernas e não te esqueças que de vez em quando preciso de beber um chá bem quentinho.. Mas fico com a certeza de que consigo acompanhar a tua genica inesgotável..Beijinho , bolinha elétrica eheheh..



 
Confesso que sou Optimista!!

E acreditem ou não eu prefiro olhar o mundo que me rodeia,sou adepta daquele proverbio de grão a grão enche a galinha o papo e garanto-vos que conheço pessoas verdadeiramente generosas e que transpitam harmonia e Paz...

Estou farta de pessimismo, e não de todo não PACTUO...

Sou assim.....

BOA SEMANA
Pandorabox



 
Confesso que sou Optimista!!

E acreditem ou não eu prefiro olhar o mundo que me rodeia,sou adepta daquele proverbio de grão a grão enche a galinha o papo e garanto-vos que conheço pessoas verdadeiramente generosas e que transpitam harmonia e Paz...

Estou farta de pessimismo, e não de todo não PACTUO...

Sou assim.....

BOA SEMANA
Pandorabox



 
Cruzes,,,,,,,ai o verde fresquinho......duplicou esta coisa

òh Laurinha..juro-te que não gagueijo,quer dizer a não ser que me emocione..
xi:pandorabox



 
pitanguinha; leste pois, só que o senhor meu manel tinha de trabalhar e ontem quis homenagear a senhora que fez a poesia linda e ficou para hoje à noite!...
Obriga pela lembrança, eu sabia que era dia 9 mas..como amanhã vou fazer uma ressonância...mas foi o lançamento do Réstias de Sol, e como o tempo voa..beijinho e deixa-te de comprimidos pró coração, arranja um principe cumó meu e andor ehhhhhhhh...


É verdade nina parisiense, o homem tudod eturpa e o seu exagerado orgulho estraga o mundo. Um xi pa ti...laura..

Não zézito, fui com a Anita lá acima ao jardim da Abadia deste, aquilo é d euma beleza sem par, já não tem metade das flores de verão, mas continua lindo e depois eu forcei para que viessemos para a minha casa papar pão quentinho e tudo o que por cá havia, nada falta na mesa gracias, e ela lá se foi pelas 18 e tal...Não bebo vinho em chávenas para esconder, nunca o fiz, e só gosto de uma pinguinha de longe a longe com uma boa comida...beijinhos.

Pedrito; não sejas desmancha prazeres... Eu quero assistir a um mundo tal qual eu sonho!... e eu sonho demasiado eu sei, mas mais ano menos ano, acabará por acontecer..beijinho e sê mais confiante na vida e em DEUS!...

Nina sãozita de famalicão! Caspité, sonhar e ter as coisas realizadas acontece, só que há que esperar o tempo e a hora e o dia certos..Ele vai mudar, o mundo vai mudar, muitos vão ao ar, os maus desaparecem, o mundo dá uma enorme volta de 90 graus e...os que ficarem são os que têm de ficar..aguarda, pode não ser no nosso tempo, mas há-de suceder...
Beijinhos.



 
Nininha Alkinha, valha-me, ó valha-me que me emocionei e logo hoje no meu aniversário...nunca mais apareceste..será que te casaste ó moça? credo, ou mudaste de emprego ou lá o que foi, deixaste de aparecer...que saudadinhas de ti abraço enorme, cheio de carinho..laura..



 
Nina adry, a energia está connosco se quisermos... o Bom Jesus nem páro lá muito, a maioria faz dos lugares que deviam ser mais apraziveis e calminhos, negócios cafés, hoteis (os hoteis vá lá) mas prefiro falar com Deus em casa, e falo, muito muito, questiono-o, pergunto, ah se pergunto e imploro também...
Amanhã vou a Coimbra fazer a ressonância e que pivete aquilo é tanto tempo dentro da maquineta...Beijinhos e força..pensa em mim e....

ó canito rafeiro, lá estás tu a desmoralizar, tu é que deves ter medo que te atirem pedras, mas as crianças agora já são mais meiguinhas... ou levam na tromba ehhhhh.. Beijinhos.

Claro Karolina, todos desejamos ardentemente a paz, o amor mais puro e não o que a maioria dos seres pensam ser amor (o que há entre um homem e uma mulher, bem, eles pensam que é amor e no fim separam-se e...onde estava o verdadeiro amor? morreu? pois foi...sabem lá o que é amar!... Beijinhos e muita paz.

Cisne Branco que emerges das águas limpidas..sê bem vinda nina..outro para ti..laura..

Bolinha eléctrica eu, tadinha de mim ehhh mas parar é morrer e não quero isso, quero e tar sempre em movimento...
Fazes o cházinho Ell, nós trabalhamos...é legal, na áfrica do sul eu e mais duas amigas faziamos casacos de couro em casa de uma, a outra não sabia coser as peles, de maneira que ela cortava como lhe ensinava, e depois cortava e cosia os forros e fazia o almoço os cafézinhos e davamos-lhe parte igual á nossa...assim é que é...todos a trabalhar e levam igual..Beijinhos.



 
pandorinha box...
optimismo também eu tenho apesar de tudo...
cruzes, canhoto, bem te vi a beber uma garrafita com o zézito do canito... e duplicaste os coments ou as garrfas? vamos a ver .., eu há anos estive memso fora dórbita com a vida, mas equilibrei-me e lá consegui chegar a bom porto...as coisas endireitaram-se e agora que estou melhor começam a encher de novo..ai que isto está tão mau...vai uma crise e eu; não diga isso porque não é verdade...crise? que crise? eu estou melhor agora que antes...beijinhos.



 
num gagueijas não ó pandorita, mas desconfio que sabes melhor gaguejar que gagueijar... (continuo a acreditar que o verdinho embrutou!...)tás como a mim em nina pequnita, tinha uns 5 anitos mas lembro sempre disto, na aldeia d aminha avó uma amiga minha ia brincar lá para casa, fomos até lá fora que a avó ia abrir a porta às vacas e entretanto ela agacha-se e vê que eu fico na mesma e diz; ó laurinha tu não meijas? e eu toda cheia de fineza...eu? eu não...eu só faço xixi!...



 
Eu também não faço isso,,,,o deposito é estreitinho portanto é emsmo xixi que faço..
Como raio advinhaste que o QUERIDO Zé do Cão me mandou uma juropiga pelos meus anos? 12/11???
Aqui anda bruxedo,,ai anda anda....
Ah...a proposito de Pevidém,,,,,havemos de nos encontrar sim....rsrsrrs
Boa semana
pandorabox



 
Querida amiga
sabes o que eu queria?
simplesmente isto
ter a tua força e a tua esperança (fé)

SÃO famalicão



 
nina pandorabox...somos cá umas garinas sortudas, tu fizeste anos a 12-11..bolas eu faço a 11-12 ahhhh temos coisas em comum e geropiga ai que bom..por isso tou aqui , é uma e 55 da manhã, fui a Coimbra, a maquineta do exame deitava ar prás minhas fuças e...ai que garganta dorida, fui fazer chá e vim ver os emails, eram 20,30 e ja tava na cama...bolas...beijinhos e havemos d enos ver pois, quem sabe...



 
Publicar um comentário



<< Home