A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


terça-feira, março 20, 2007

 

Às crianças que andam nas ruas, pobres ..




Criança que vives na rua ao Deus dará, que sina a tua, se tens mãe, e é como se não tivesses, e que faz teu pai que não te tira das ruas, enquanto embriagado, anda por todo o lado, a gastar o pouco que lhe dão para ti.

Será que nós não vemos o desconforto que nos causas,
ou que fazemos de conta, porque na realidade,
nem todos podemos tomar conta de ti.

Sim, a culpa é de todos, que fazemos de conta,
encolhemos os ombros como quem diz
quem os fez que os crie...
Ouço dizer essa frase, tantas vezes, incrédula por ouvir da boca de muita gente,
o que eles pensam na realidade.

E eu sei, que por mais que fizesse, não conseguiria nunca abrigar-te a ti e a eles, os outros meninos, que como tu vivem assim.
Que confuso este mundo, se está a tornar para mim.
Que revolta se apodera da minha alma cansada,
de tentar entender esta gente que pensa demais com a cabeça,
e não a utiliza para nada de construtivo.

Um dia sim, criança, livre dos meus compromissos,
prometo que irei tomar conta de ti. E, de todos os que puder.
Não, não é falatório apenas, é uma promessa que hei-de cumprir,
E se muitos assim puderem fazer..
As crianças da rua..
Deixarão de existir ...







Comments:
Laurita, tu és simplesmente linda, tens um coração do tamanho do mundo!!!
Um grande beijo para ti e um abraço ainda maior!



 
maravilhoso texto vc realmente escreu aquilo q é muito triste de se ver.



 
Querida Laura,

Eis-me aqui de volta, agora um pouco apressada para apanhar o transporte e por-me caminho de Lisboa.

Está tudo bem comigo, hoje mal chegue da faculdade vou deixar um relato no blogger, quando estiver terminado voltarei aqui avisar-te :)

EMPOLGADA, mais do que NUNCA!
Grandes beijinhos ternos e afectuosos para ti, Vento Dançante.

Carinhosamente Memorex, ou Alice, eh eh eh



 
Testemunho publicado querida Laura :)

Mais cedo do que o previsto.

Dá um sinal de vida :p

Beijinho enormeeeeee!
Memorex/Alice



 
Ninguém tem culpa quando todos são culpados.
.
Laura o que é problemático com as crianças de rua:
É criar cobra pra ti morder.
Hoje você não faz nada por elas. Amanhã elas vêm te assaltar. Pelo menos é assim que funciona no Brasil.
Beijos do Brasil.



 
É isso msm que eu tb acho, Alves!!! Muitas vezes colhe-se o que se planta.

Mas uma grande parte dos actuais marginais e criminosos que enchem as ruas por esses países fora são filhos de boas famílias que lhes deram tudo, muitas vezes à custa de mtos sacrifícios.

Não há dúvida de que cada geração tem muita influência no comportamento das gerações vindoras e podíamos ir aprendendo com erros passados, mas plo contrário, cada vez erramos mais.
1 beijinho



 
Olá nin..não sou nada, apenas sou atenta e gostaria de ver este assunto resolvido melhor. Ver todos com um tecto, a propósito a Seg Social dá ajudas e por vezes os pais gastam no alccol e os filhos passam fome..Claro que se um dia puder, ...ajudarei pois..que sonhos tenho imensos a esse respeito..beijinho de mim.. Vim ao pc de uma amiga, o meu tem virus..laura



 
Obrigada escorpiana, escrevi apenas o que vi e custa ver em todo o mundo,, beijinhos..vou como anonima que tenho o pc com virus ..jinho da laura..



 
Viva Alice. pois continua com o teu vento dançante..aguardo noticias boas..jinhos da laura..



 
Alves, como sempre..certo todos somos culpados...quem sabe amanhã as coisas ficarão melhores para todos..escrevo no pc d euma amiga que o meu tá virulento.jinhos de mim..



 
pascoalia tou no pc da sãozita..só pa mandar beijinhos doces pa ti e esperar que meu pc fique operacional..que pena..mas..



 
Com um coração e um desejo assim, tens tudo para ser feliz.
As crianças abandonadas, que viram marginais ou morrem na esquina de qualquer rua, não têm culpa da sua condição.
A sociedade foi-lhes madrasta.
A maioria dos pais dessas crianças (que serão os pais de futuros marginais) nunca teve acesso aos mais elementares direitos de cidadania.
Paz, pão, escola e habitação era slogan escutado no tempo do PREC.
Era dito, talvez, mecanicamente, (talvez com o propósito de se ganhar partidários) não sei, mas efectivamente é isso que ainda hoje se devia reclamar para todos, de modo a impedir-se este ciclo vicioso.
Reclamar-se com convicção, saindo à rua, é preciso.
Porém, o que vemos não nos permite ter esperanças.
O individualismo é uma religião com muitos praticantes. É uma legião que apregoa sentimentos de solidariedade só para esconder de si mesma as culpas que carrega, talvez sem o saber.

Um grande abraço.



 
Olá,
Espero que me desculpe forma como faço os meus comentários, mas é pura e verdadeira...
Para mim não chega, dizer está bonito ou lindo – por isso gosto de deixar pensamentos frases de outros autores como presente da minha gratidão e do meu encanto do que leio, do que observo nas imagens e na escrita.
É a minha maneira de ser...
A critica faço-as, da forma como somos tratados pelo Estado que ignora os problemas da nossa sociedade e como pouco ligam aos grandes talentos que encontro nos blogs.
Peço desculpa e se alguém não gostar da forma como faço os meus comentários agradecia que me dissessem pois tentarei melhorar.
Sou apenas uma amadora de escrita que escreve pela beleza de sentir na escrita as palavras que me vão na alma e penso que é essa a beleza que encontro naquilo que leio cada um escreve com a sua beleza.
Não quero com isto desrespeitar ninguém até porque as palavras lindas, bonito têm um grande significado no meu vocabulário.
Boa semana
Desculpem-me a repetição do post, mas julgo que nem todos entenderam...

Esta é a frase que vos deixo: se pudesses estar perto de mim talvez encontrasses a resposta porque te olho, porque choro sem te conhecer. Se um dia te encontrar entregarei o meu sorriso, é nele que escondo tudo aquilo que sinto só para te ver feliz.

Beijinhos
Conceição Bernardino
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com



 
à Conceição Bernardino
(depois de "n" tentativas em vão para publicar no local adequado ... http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com):

Olá
Acabei de te ler no Blog da Laura e, pq sei que a laurita está sem pc, senti necessidade não de falar por ela mas de te vir deixar um beijito enqto não chegam as suas palavras que não tenho dúvida serão carinhosas, serenas e reconfortantes.
Sei exactamente do que falas neste teu tema ... sinto o mesmo! Não há palavras que traduzam o sentimento que me invade perante monstruosidades dessas que infelizmente são cada vez frequentes.
Tudo de bom, sempre
1 beijinho



 
Pelo nosso rio, vamos caminhar no Domingo.



 
Uma triste realidade e que descreveste muito bem!!!

Bjos



 
( Deixaste-me um nozinho na garganta, coração puro... não comento mais. Bom fim de semana, ternurenta ).



 
Gostei do tema e do texto.
Parabéns.



 
Laura
Espero que a ausência não seja prolongada para continuarmos a ler pérolas destas onde o sentimento, o humanismo e a humildade de sentir os dramas quotidianos com olhos puros está aqui bem demonstrado.

Para ti Laura tudo o que há de melhor no mundo e melhores dias virão.



 
Manita,
Apesar de estarmos em contacto por outra via, tou cheia de saudades de te ler :(
Vê se voltas rapidinho. Fazes aqui uma falta danada, canudo eheheh

1 jinho grande



 
Um valente amostra que possuis um bom coração!

Bom fim de semana.
jocas
do Pepe.



 
Vim só confirmar que as plantas mantêm as raízes humidas :-)
Um excelente Domingo e volta logo, mana :-)
Bjinhos



 
Às vezes, há a amarga percepção de que todos nós somos "menores abandonados".
Mais terrível isso se torna para aqueles que são, realmente, abandonados.
Um suave beijo de PAZ.



 
Complexa esta matéria minha cara amiga...bato-me todos os dias contra esta situação, infelizmente a cegueira das entidades competentes continua...


Doce beijo



 
Volta Laura! Estou com saudades.



 
LAURAAAAA apareceeeeee, aqui o pessoal está morrendo de saudade dos teus escritossss, eu tambémmm!

Vê se apareces, tá?

Um beijinho e q tudo esteja bem contigo, carinhosamente Memorex.



 
onde anda a menina das résteas ???
:(



 
Este comentário foi removido pelo autor.



 
É isso aí, arte também é crítica social. São poucas as pessoas que conseguem mesclar poesia e realidade cotidiana. Você é uma destas.

Abraços.



 
Bom diaaa!!!
A Laura encarregou-me de dizer a todos os visitantes e amigos deste Blog que está adoentada, recolhida na aldeia onde não há net. Está cheia de saudades de todos vós e manda um saco cheio de mimos a todos quantos a procurem.
:)



 
Melhoras pra nossa amiga.



 
gostei da questão social abordada pelo poema



 
Sei que ela não está acessando, nem por isso vou seixar de passar e dar o meu bom dia Laura.
Volta Laura! Volta.



 
Volta! Laura volta!



 
Oi Laura, não tenho entrado aqui só mesmo por falta de tempo.Este mês aqui no kimbo foi duro!Mesmo hoje dia 30, so agora tirei este bocadinho, pois não dá para mais.
Sei que tás ausente e os motivos mas quero deixar-te um abraço muito apertado e dizer que isto sem ti não tem a mesma graça.A tua agitação dinamiza este espaço e tá tudo muito morto..volta assim que puderes nina, estamos mortos por te ver aqui a saltitar de novo.



 
Volta Laura! Volta!



 
L.S. Alves,

Não é nada comigo, nino, mas ...
tás de joelhos???

:)



 
Imagino que queiras dizer apaixonado ou coisa assim?
Não, nem tanto.
Apenas a Laura é excelente companhia. Faz falta.
Já estava acostumado a encontrá-la todos os dias e conversar pelo blog.



 
Claro que não o disse com essa intenção, L.S. Alves :-)

Foi apenas uma forma um bocadinho marota de brincar. A seguir devia escrever uma expressão que aqui se usa e não sei se conheces
"Ah! ajoelhou? então tem de rezar eheheh"

Sim, a laurita faz aqui imensa falta, apesar de estarmos em contacto permanente, via celular. Já hoje me mandou uma msg a agradecer o enorme lençol que ontem lhe mandei (mais de 20 SMS a dar notícias de tudo e todos)
Pediu-me para dizer que está cheia de saudades de todos!!!

A propósito, fica aqui um recado dirigido a ti: "Diz ao Alves que não demoro ... sei lá quando poderei voltar ao blog :("

1 beijinho



 
Obrigado Pascoalita.
Acho que enquanto ela não retorna vou fixar residência no teu blog.



 
Oi, passei por aqui para ver se já tavas de volta :-)

Deixo um beijinho e votos de que estejas bem e regresses logo



 
Feliz Páscoa, Laura :)



 
Olá, Laura!
Que o teu dia seja igual para toda a humanidade: feliz.



 
Quero aqui deixar o meu protesto contra as injustiças da vida, que para uns são o seu dia a dia.
Neste meu protesto não me estou a referir ao texto da Laura,pois basta o título para nos mostrar a triste e cruel realidade do mundo dos homens.
Mas por o motivo, ou melhor dizendo, os motivos que nos privam da presença da nossa querida Laura.
Querida amiga, não ver-te aqui provoca-me uma tristeza infinda,uma revolta profunda contra tanta coisa que está errada e por mais volta que dês, apesar da tua tenacidade, não consegues resolver...
Quero dizer-te que este espaço não tem o mesmo dinamismo, nem a mesma graça sem ti...
Estamos todos mais pobres,morrendo de saudades tuas e ansiando pelo teu regresso.Que seja breve.Um beijo e um abraço muito apertado.



 
Olá! Aproveito para deixar os votos de uma Santa e Feliz Páscoa!
O texto que acabei de escrever tem por objectivo homenagear todos os meus familiares: Os vivos, os mortos e os que estão por nascer ainda. O mundo é muito, muito pequeno.. … quem sabe se esse cheiro a flores não te persegue e protege a ti também….Para Sempre!!!
Até breve
SE DEUS QUISER



 
Aqui ficam tb os meus votos de Feliz Páscoa. Que o espírito pascal alivie esse peso que carregas nos ombros e ilumine o caminho de regresso a "casa" :)

Um beijinho grande



 
Olá nin, coração temos todos, e tenho pena sim de nao ter mais que coração, porque se tivesse...
Beijinhos para ti e cá estou de volta..



 
Olá escorpiana, é um texto que nos leva à verdadeira realidade dos dias de hoje, e já vi crianças assim, com pais que preferem gastar no alcool o que o estado dá para ajudar as crianças ..enfim..beijinhos..



 
Querida Alice, só voltei há minutos. espero que estajas bem e a vida vá correndo em alegria..jinhos de mim..



 
Alves nino querido. Também tinha saudades de te ouvir (ouvir ehhh)
Depois escrevo com calma..jinhos para ti..



 
Olá Zé Lérias..é verdade. Paz Pão, Habitação, é isso mesmo..e escola para educação. Não cumprem, só falam, estragam tanto por outros lados..Beijinhos..



 
Olá Conceição..
Beijinhos e obrigada pelos escritos..



 
Visi, é verdade, uma triste realidade..beijinhos..



 
Voyeur..
São coisas que temos todos os dias em frente de nós, basta olhar com atenção, e eu tenho muita atenção em tudo..jinhos para ti..



 
Obrigada Tozé..
Uma triste realidade de todos os Países..que pena..
Beijinhos..



 
Marius, amigo querido. Custou, mas cá estou de novo a dar-vos nas canelas ehhhhhhhh. beijinhos para todos..



 
Querido pepe, que saudades de ti.. De ler-te e escutar-te..
Beijinhos



 
Olá F vilha..
Realmente, somos todos abandonados..pelas boas obras que muitos poderiamos construir se todos fossemos de arriscar e fazer por isso..Assim nem haveria crianças de rua, mas cada um recolhe-se em si, e pronto. Quem sabe amanhã melhoraremos tudo. Um beijinho..



 
Adry. Xiça penico, mais um tmepo e terieis que vir a Braga procurar-me nalgum hospital psiquiátrico.Que saudades de todos..Como doeu minha alma, à conta de uns desgraçados de euros. Mas, já passou..jinhos pa ti..



 
Querido alquimista, acredito que sim. As autoridades competentes primeiro tiram para eles os filhos para terem melhores (ainda mais) colégios, carros, comidas, roupas, depois não pode sobrar para mais nada.. Onde anda um Ché no nosso País que ajude isto a avançar ? Irra..beijinhos..



 
Querido jeferson. Obrigada, é critica social sim, mas quem vai fazer alguma coisa? se pudesse..faria pois, mas ehhhh até fiquei sem net por isso....beijinhos..



 
Olá David, obrigada meu amigo por tão belo desejo. Agradeço em nome de toda a humanidade, e desejo sim, que os mais infelizes tenham dias melhores. Beijinhos.



 
Africana, os últimos são os primeiros. Entendo a tua revolta, mas é a vida que me saiu na rifa. Gente honesta acabará mais ou menos assim...Os ladrões esses terão sempre um belo pé de meia para os dias fracos.
Beijinhos para ti e já cá ando e mais dia menos dia chateio a tua cabeça ehhhhhh.. jinhos..Adorei as fotos dos teus lindos pais..



 
uau pascoalita, que belos e felizes votos pascais, juro que não te sabia tão bela prosadora nesses termos..
Obrigada a ti pelos sms todos os dias cheios de novidades do blog. adorei quando contaste do alves, já li, que giro está tudo. pensei que ia encontrar a casa às moscas, e nem por isso. Jinhos Abri o msn mas não te vi.



 
É uma triste realidade. Custa mais quando são crianças. Porque ainda nem começaram a viver e já estão a sofrer. É muito triste.
Um beijinho alienígena



 
Enviar um comentário



<< Home