A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


sexta-feira, dezembro 31, 2010

 

Para as minhas ninas dos blogues amigos...


Ora bem, é dia de festa de arrebenta como se diz, de sair p'ra dançar pela mão do nosso amor, estar junto de quem se gosta, compartir essas horas com amigos de sempre, seja no lar de alguém ou no melhor restaurante do mundo, não importa, importa que seja passado com amor e carinho, e que se goste de estar onde se está!...

Já sei que a maioria é como eu, casadas, bem ou mal nem interessa, é que a maioria delas pensam que enganam a gente nas suas conversas sobre a felicidade do casamento... Claro que tenho exemplos de bons casamentos, mas são tão poucos que se contam pelos dedos.

Assim; meninas, vá lá, tragam os vossos melhores vestidos, sapatos, adereços, ou no fim de contas, deixem lá isso, para onde vamos haverá calor, o calor que todos necessitam de sentir, nem que seja apenas uma noite no ano... um biquini serve muito bem. (eu levo um pareo, ohhhh senão)

Pra começar, aquelas que não podem de forma alguma deixar os maridos sozinhos nesse dia, só há uma solução; comprimidinho no caldinho verde do jantar... dão garantia que os gajos dormem mesmo ferrados mais de 24 horas e isso aí dá-nos tempo para voar até à Polinésia onde temos tudo marcado... e o resto; desenrasquem-se! se for preciso mais uma dose para o canito senão quando chegarmos é um arraial de cheirete que nem sei, vão pelo seguro!

Bora lá, pouca bagagem, apanho-vos daqui a nada, o nosso avião supersónico aterra nos terraços da cidade, nem se preocupem...
Depois hotel de cinco estrelas, parece que não há mais estrelas... servidas pelos chefes comidas nunca vistas, música de encantar, e não faltarão pares de sonho para a dança antes da meia noite e depois... e o depois ...

Dou por mim sentada na areia da praia envolvida pela brisa morna que o vento trás, volto ao tempo das minhas passagens de ano em Luanda, sinto saudade de um tempo que não mais vai voltar.
E entre sonhos e quimeras, prepara-te laura, a festa será na D. Elisa os convivas de sempre e nem tenho o Nuno para me alumiar... porque junto dele sinto paz e sinto-me protegida...


deixa lá nina, para o ano será melhor e terás aqueles abraços sonhados e o compasso da dança de quem te vai acompanhar...

Meninas, sonhem de olhos abertos senão ainda entornam o molho do perú, a sopa cai na mesa e o chefe grita desalmado, ele apenas se senta e quer ser servido e mai nada!... e a gente? a Genteeeeeeeeeee? deixe-o de molho c'as bentas no caldinho verde, pode ser que seja mais simpático no novo ano, não? ó minha gente, desejo-vos umas entradas fabulosas tão à nossa moda, a sonhar e sonhando a gente vive, né?






quinta-feira, dezembro 30, 2010

 

Sei de um ninho!...



Sei de um ninho ___ em sonhos construído

sei de um ninho onde nunca entrará

a chuva o frio e o desamor.


Sei de um ninho___ feito de palavras entrançadas

madeiras escolhidas ___ revestido a amor

a nossa cor preferida.


Sei de um ninho ___________

de paredes caiadas de branco ____ imaculado

a condizer com o azul do céu ____ desbotado.


Sei de um ninho ____ onde o amor se agasalha

e alguém dirá; bom dia ____ logo pela manhã

e um sorriso dentro de nós brilhará.


Ao seu redor faremos um jardim

traremos braçados de flores de muitas cores

nascidas da sementeira das nossas dores.


Sei de um ninho ____ o nosso ninho

igual ao dos passarinhos

feito de amor e trapinhos!








terça-feira, dezembro 28, 2010

 

Seria lindo se em vez de tantos cafés houvesse!...


A propósito de tudo e de nada dei comigo a pensar na vida que levamos e na vida que estragamos!
( foi da hibernação na cabana do post anterior... só pode:)

Levamos vidas tão pobres ou escassas em bens da alma, tão pobres no sentir já que não agimos em conformidade que o momento que atravessamos, pede!

Refiro-me ao caminho dos jovens e menos jovens em relação à vida, ao sentimento, à vivência que se torna indigna pela forma como a levam no sentido de libertinagem...

Chamo libertinagem à voragem com que deitam fora preciosos dias, horas, momentos para renderem homenagem ao Deus Baco... sem falar no resto!

O nosso País atravessa grande crise pela má gestão da vida de todos, ou quase todos, porque os homens das Leis só se preocupam com o que poderá sobrar; euros e mais euros.

Os homens dos Bancos só se preocupam com euros e mais euros, dê lá por onde der.

Os tais dos Humanistas que só vêm o fundo do tal do saco dos euros e nada mais.

E encaminham-nos para a raiva do quotidiano quando vemos que já não chegam os desgraçados dos euros para viver...

Porque um viver decente, sente-se cá dentro a sua maravilhosa harmonia, e quando já não se consegue viver e se precisa de ajuda, o Estado vira as costas pois a sua palavra nos dias de hoje, é a Lei, Lei estúpida...

E como disse; dei comigo a pensar que se em vez de lugares onde destila o álcool a rodos, se contassem os bares e cafés onde louvam o Deus Baco, se em vez de tantos e no lugar de cada um funcionassem Bares de solidariedade onde as pessoas necessitadas de bens, carinho, atenção, fossem acolhidas por pessoal experiente, pessoal em regime de voluntariado (atenção, nem todos os reformados servem para essa pseudo ajuda) e há jovens que gostam de ajudar e partilhar saber... não é qualquer um que saberá dizer as palavras certas no momento certo... e onde quem viesse se sentiria ajudado, amado, compreendido e cada caso seguiria a sua trajectória, e a cada caso seria dada a devida atenção!...

Já repararam bem nos seres que passam por vós na rua, ou nem tendes tempo para os olhar, ou a compaixão já deixou de existir dentro?

E como sei que o Estado cada vez os enxota mais, se há quem tem recursos, porque não se junta com quem tenha mais, e outros mais, e outros que tais e abrem um desses Bares solidários, onde o carinho e a ternura possam acontecer? Gente honesta, gente honrada ainda existe, e poderiam fazer tanto a troco de juros elevados no amor que receberiam no seu amanhã!... Porque não é o amontoar de euros na conta terrena que vos vai dar cheques para abrir uma conta no mundo do lado de lá, onde a gratificação é tão elevada!... Pensem nisso

Minha gente, seria lindo em lugar da maioria dos cafés e bares, não é preciso tanto café aberto, bares, discotecas... se houvesse lugares de serenidade e paz... e em vez de álcool serviriam os cafés, chás e chocolatinho quente às almas sedentas de amor!... enquanto se procurava uma solução harmoniosa!

Ora vamos lá a abrir uma, garanto-vos que se o meu GT vivesse todo na mesma zona do País, já estaríamos de portas abertas, mas... nada é fácil e quando o propósito é fazer o bem, o Bem acontecerá...

Amo-vos minha gente!E desculpem lá o atrevimento mas é preciso agir e não apenas sonhar...

laura






domingo, dezembro 26, 2010

 

Quando dá para fugir do bulicio...



Neva forte na cabana onde me abrigo!
lá fora apesar de tudo o sol ainda brilha.

E os meus sonhos ganharam asas
e foram para longe
para lá das montanhas
onde ninguém os pode alcançar
e na minha paz, senti
que a solidão por vezes
é uma benesse
que todos devíamos experimentar...

Porque na solidão
dá tempo para saber
se os nossos passos nos levam
onde sempre quisemos viver!...

Hoje apetece-me refúgio cá dentro, tão dentro de mim, dentro da cabana onde nunca me sinto só, porque a solidão é a minha opção para estes dias. Mesmo tendo de conviver com outros, num instante os esqueço e dedico-me apenas a estar por dentro da alma, almejando que os meus sonhos se repitam vezes sem conta pois é dentro deles que quero estar!... e enquanto sonho e revivo, meu coração não se cansa de amar!

Tenham Felizes dias, pois a paz é tão fácil de conseguir!






sexta-feira, dezembro 24, 2010

 

Parabéns menino Jesus!...


Hoje fazes mais um ano, e todos os anos estás sempre pequenino, és sempre aquele menino que veio para nos iluminar os caminhos da mente, embora a maioria pense que vieste apenas para nos escutar e perdoar os pecados, esquecem as tuas palavras cheias de sabedoria, onde só através do Amor seremos amados e perdoados!...

Não é por isso que hoje fazem a tua festa, celebram-na como a tradição da Família, mas diz-me lá tu ó meu Amigo, em quantos lares não se reúnem, e muitos de costas voltadas, fingindo que há união e perdão, mas não há nada disso... E tu vais fingindo que acreditas, e os homens nestes dias, costumam beber que é um fartote, e pensam que assim te respeitam também...

Já sabes como é comigo... faço de conta que é cá uma felicidade, faço de tudo para que todos se deliciem, mas não me peçam que tenha o coração onde não está, porque ele está longe daqui, longe da terra, longe do mundo, ansiando chegar a ti e perder-me na doçura das tuas palavras amigas, palavras que guardarei em mim até à eternidade...

Tem um feliz dia querido Menino Jesus, e ajuda todos aqueles que nada têm e toca no coração dos que muito têm, para que se lembrem dos mais desfavorecidos, e que lhes sobra tanto...
Um beijinho na tua carinha rosadinha, e não te esqueças daquele pedido que todos os anos te faço (já deves andar a tapar os ouvidos de cada vez que passas por mim, mas, tu sabes não sabes?...)

Tenham todos uma feliz Consoada em Amor, Alegria e Paz...

Laura









quinta-feira, dezembro 23, 2010

 

É hoje que um casamento será Abençoado!...



E serão os Anjinhos queridos que farão seu cortejo de Amor...


Feliz dia querida Livinha!





Branca e radiante irá a noiva...

Livinha querida, estarei na Nave da Igreja, ouvindo os acordes da Marcha Nupcial, e cantarei para dentro, palavras que chegarão até ti, saídas do meu coração... e dos meus olhos brotarão lágrimas de felicidade, sabendo que o seu caminho vai ser ornado do perfume do Amor, aquele amor que é tão difícil de encontrar! (vou estar em sintonia com a hora do Brasil)

Uma noiva é sempre uma noiva que quando vive o seu sonho de Amor segue em direcção ao altar sem vacilar, sem olhar para trás.

É assim que pressinto a Livinha, a filha amada do casal Gil e Lenita, que hoje troca alianças com o homem dos seus sonhos! é longe, longe do outro lado de lá do mar, perto de Teresina Piauí o que não vai impedir que daqui deste nosso Portugal pequenino, lhe envie os maiores desejos de felicidades não só para hoje, mas para a vida futura, uma vida já planeada ao pormenor com um namoro de há anos e anos!

Foi com a Livinha que o Gil já adulto (claro, senão não seria o pai dela...) foi tirar o Curso de Enfermagem, estudaram os dois na mesma Universidade ou seja, foram colegas de carteira como soe dizer-se...

Parabéns meus queridos Amigos, Parabéns maninho Gil, o Gilinho do meu coração a quem tanto bem quero desde que nos conhecemos por aqui!

Que seja uma união de Família e que todos passem um dia maravilhoso com Amor no coração!
Gilinho, adoraria colocar aqui uma verdadeira foto dos noivos, se eles quiserem, ora pois!...

Aqui são os preparativos para a Consoada, a ceia em família e hoje já começo a fazer pequenas coisas para amanhã ter tudo facilitado, visto que a minha ajudante de sempre está em N. York...

Beijinhos a você, Lenita querida, à sua mamãe, Cláudio e Gilberto, da sua maninha Laura que fica torcendo para um dia feliz. Pode crer que estarei ocupada em meu pensamento com a vossa felicidade, e o meu dia correrá melhor!

AMO-VOS.






terça-feira, dezembro 21, 2010

 

Rosas para o meu amigo Júlio !...




Um amigo que conheci já tarde, mas que valeu a pena.
É o marido da nossa querida Soledade, conheci-o já no Hospital...

Mesmo quando a dor ronda há amor a querer apaziguar.


Rosas para ti meu querido Júlio
e que o seu odor suave
te acompanhe até ao novo lugar
onde passarás a morar.

Não temas que não estarás sozinho
rios de água viva e lindos jardins
ornados das mais belas flores
estarão ali para teus olhos contemplarem.

A dor acabou meu amigo
já era tempo de voltares ao lar
o lar que Jesus prometeu
tão logo esta vida terrena
acabar!

A vida é feita de dor
mas também de amor.

Querida sol, não há palavras para te dizer como sinto, como lamento, mas, a vida é assim!
Quem me dera poder mudar o percurso de muitas vidas, mas quem sou eu?
Recebe o meu apertadinho abraço e todo o meu carinho.

laura






segunda-feira, dezembro 20, 2010

 

O velho carregador da Estação de Santa Apolónia!...


Já nem me lembrava que ainda existiam.

Estava especada em frente dos horários dos comboios, fiquei ali talvez tempo demais hesitante entre comprar um bilhete para o Entroncamento. Tinha ainda seis horas de espera pela frente, nada melhor, vou nesse comboio, e como estou mortinha para lá ir, matava as saudades, pois da minha antiga casa à Estação devem ser uns dez minutos mais ou menos a pé.

Estava eu no trouxe mouche, vais que não vais, e um velho carregador com uma carinha muito querida, via-se mesmo que era um belo ser, fosse lá carregador ou não... acerca-se e diz; a senhora está à espera do comboio? vai para onde?, ri-me, mas foi a melhor forma que ele encontrou de me ajudar ou p'ra meter conversa! e disse; não, não é nada disso. Só tenho comboio às 14 no Alfa pendular, logo, estava a ver se valia a pena ir ao Entroncamento onde andei na escola em menina e passar lá umas horas, mas estou a ver se vou ou não vou... ah, olhe o tempo está mau para andar a pé... estava nevoeiro e a chover, pois está e de mala aviada e tudo, bom, se bem o pensei melhor o fiz, estava entusiasmada por ir ver a velha Igreja, a minha rua e os olivais onde corríamos felizes nos nossos 8, 9, e dez anos... mas à cautela fui à bilheteira onde perguntei se o Alfa parava lá e eu entrava e seguia viagem até casa.

Como não paramos lá quando vim de manhã, lógico que não devia parar nesse dia! Assim era, não parava lá. Ainda bem que fui perguntar senão ficava ali a ver navios e o Alfa a passar por mim...

Andei por ali de maleta p'ra cá e p'ra lá, tomei o pequeno almoço rodeada de pombinhas que entravam pelo café adentro e apanhavam os restinhos e se havia nas mesas, voavam lá para cima e não tinham receio de quem lá estava...mas que giras...

Falei com as meninas que estavam a medir a tensão, mediram a minha e tinha à escolha uma flor em tecido e muito larocas até, escolhi uma e pensei; para quem será? tinha a tensão a 12, 68 estava boa e perguntaram elas, está nervosa? e eu; não, só que ainda falta tanto para ir ehhhh...

Almocei noutro lado, tomei café, enfim dei uma de turista ou lá como é.

De vez em quando lá passava ele por mim, um aceno, uma palavrinha mas sempre a recomendar; o seu comboio para apanhar é ali naquela linha... tadinho, eu sabia, já não é a primeira vez que o apanhava na linha 1, mas que querido, já bem entrado em anos mas sempre me manteve debaixo de olho, não fosse eu perder-me!
Nem deu tempo para me aborrecer, passava, parava, mais umas palavritas, ah, parecia da família de tão querido que era...
Obrigada querido Amigo, se passarem lá, ora, dêem-lhe um abraço, ele merece...

Quando ia a caminho de casa entra uma senhora com uma nina lindissima ainda bebé, a nina estava mesmo nervosa, sossegada é que não. Do que me lembrei? ah, a flor colorida, pois então... Perguntei à mãe se lha podia dar, e ficou entretida na viagem, quando saíram a mãe devolveu-ma e eu disse que era para ela... A flor era igual à da imagem, só que toda colorida e alegre...

Beijinhos e tenham uma boa semana, eu arrebitei só com a alegria de já ter o meu PC a funcionar...






sábado, dezembro 18, 2010

 

Sinto frio!...


Sinto frio dentro de mim
as lágrmas cristalizam
antes de chegar ao chão
nada há a fazer
é apenas o sentir
do meu coração.

Arrasto o pensamento
como uma velha manta
acostumada ao meu sentir.

Quero ficar sozinha
e sentir frio
para saber
o que sentem aqueles
que não têm
com que seu corpo cobrir.

Se todos soubessemos dividir
estaríamos agasalhados
e ternamente abraçados
a dar calor uns aos outros
mas o egoísmo fala mais alto
e esquece as diversas formas de amar.

Há pão para repartir
há lágrimas para dividir e secar
há promessas de amor
que nunca vão acabar.

Mas que precisam de se transformar
na verdadeira realidade
que o mundo está a esperar.

Ver todos a agir
sem ser a pensar
mas a optar entre o calor do amor
e o fingir que se quer ajudar.


Meus queridos Amigos. Hoje sinto-me qual pinguim no Ártico, gelado, gelada por dentro e por fora. Não tenho imagens para colocar, o meu pc continua fora de serviço e assim, escrevi aqui e agora.
Enquanto tenho um tecto, mantas, calor à minha volta, há quem ande na rua a sofrer o rigoroso Inverno, sem calor, agasalho suficiente, e com fome... Não basta doar alimentos e roupas, é preciso agir para que tudo chegue a todos da melhor forma possivel, em forma de trabalho )porque não começar em par-time, assim havia emprego para todos e menos horas de trabalho para cada um...vá lá, acabe-se com o egoísmo, pelo menos por agora seria a opção válida...Não estão sempre a queixarem-se de que trabalham horas demais e nem podem dar assistência aos filhos em casa?
Bom, opiniões e sentires de que assim se resolvia o problema de muitos, com mais uns euritos a coisa funcionava para os dois lados..
Tenham um bom resto de sábado...quentinhos e superfelizes

laura






segunda-feira, dezembro 13, 2010

 

Escapadinhas de encantar!...


Quem é uma sortuda ???????

Pois, a sortuda da laurinha na sexta feira foi por este Portugal fora... à minha espera a minha querida L&L, de jeep modernaço e lá fomos as duas direitinhas aos Pasteis de Belém, enquanto um desfile de cavalos e homens garbosos, faziam as delícias das gentes que passavam... Nunca lá tinha ido, não calhou, come-mo-los quentinhos e bons.. Maravilha.

Uma maravilha em Sintra numa festa onde foi o presidente da Câmara (Seara) ... e o nosso Moa cantar, declamar e o mano dele o António a apresentar, houve exposição de Pintura, linda, linda... Enchemos uma fila só com o GT... Faltam fotos do Zé do canito que lá esteve, tão bom quando ele pode aparecer,(Ah, obrigada Amigão, a garrafita já lá vai... e as tortas ficaram quase direitas, se ficaram)... e da Dadinha, Cândida e António.

Dormimos na casa da Praia das Maçãs o serão foi com a querida Ana e o Osvaldo, e no dia seguinte 11, o Kim preparou cá uns grelhados que nem vos digo nem vos conto... Foi com o Moa a pé pelas ruas, comprar o marisco e o peixinho tudo fresquinho... carapaus, sardinhas (ai jasus perdi a conta a quantas comi...) chocos, camarão e ameijoas (querem mais alguma coisa? ) fora o que nem enumero aqui! vinho bom, fresquinho... eu para delicia do Kim pois sei que ele gosta, fiz leite creme, ah, pensei eu; é para poucos... uma ova, gostaram todos e rapou-se tudo, dois litros de leite... mais os meus pasteis que levei daqui, fi-los antes de ir... Até o Moa proibido de doces se atreveu a provar e a bisar... e bem me avisou na janelinha do chat que não podia nem sequer olhar para eles... o mal foi ele olhar... A verdinha levou deliciosas mini sandwiches, ah... tão bom... enfim sabem o que é uma nina que nunca ouviu cantar os Parabéns? e muito menos pelo seu GT...

Dormi neste quarto estilo Mourisco ou não fosse eu a princesa de Tabuaço... a janela acima fez as minhas delicias, e de madrugada estive a ver o mar ali pertinho e a falar com quem gosto!... a falar com quem me entende sem falar... e rodeada de pinturas do mestre Kim...

Mentiria se dissesse apenas que gostei, porque eu não gostei, eu amei, adorei e fiquei de lágrimita no olho, não, não foi ao canto do olho... foi com abundância.

Verdinha, as tuas flores foram alegrar o quarto da D. Sofia e do senhor João os pais da nina Belinha onde o Kim me foi levar e onde fiquei até hoje de manhã, ela está acamada, são meus amigos muito queridos desde há muitos anos. Podes crer que foram recebidas com carinho!

Beli, amei estar contigo minha querida, amei o nosso serão pela madrugada quase adentro, os nossos copitos que foram indo... amei a nossa fuga por Lisboa no Domingo à tarde para mimarmos a Tia do zé... Foi tão bom estarmos as duas a matar saudade do nosso tempo e da vida actual pois estamos separadas por uma lonjura de kilómetros que não ajudam nada... mais perto fora...

Obrigada meus queridos pelos presentes maravilhosos, asseguro que mal podia com a mala e com a alegria que trazia dentro de mim...

Cheguei a casa o Nuno e o Manel tinham o chão limpinho, a roupa a secar, as casas de banho a brilhar e o Manel estava a acabar de aspirar... e quando cheguei disse assim; ena, parece que vou ter de fazer anos em breve... e quando olhei para o Manel... Nem pensesssssssssssssssssssss !...






sábado, dezembro 11, 2010

 

E a laurinha chegou a este mundo há 59 anos...


Não haja dúvidas que com meses já era uma miúda com charme... Até cruzei a perninha, ainda o faço hoje, deve ser tique!

E quem diria que a miúda da foto não deixou o pai feliz por ser uma nina? e que aos 16 anos ele lhe escreveu uma carta tão linda que de tanto a guardar nem sabe dela!
Mas não a esqueço, isso nunca! começava assim; querida laurinha, parece que foi ontem que a cegonha te trouxe, eras tão pequenina e enfezadinha que por momentos estive para te devolver à procedência... (na foto família com 16 anos)

Contudo hoje já estou muito feliz por ver a linda moça em que te transformaste e como viste dar tanta alegria à minha vida! Obrigada querida Laurinha, etc. etc. é por isso que quando a mãe me diz que não querias pegar em mim ao colo e só o fizeste quando eu já tinha 3 meses, duvido um bocado, mas essa carta veio dissipar dúvidas, se é que as tinha!...

Pai, hoje não terei as tuas rosas de porcelana que me trazias sempre acompanhadas por uma notinha de mil, que naquele tempo era bem bom... Nem vamos jantar fora os cinco ao Restinga na Ilha em Luanda, ou beber um cafézinho lá na ponta da ilha! Mas sei que já me vens dar o teu beijinho de sempre, porque eu vou senti-lo na alma e vou lembrar uma vez mais quando ainda ouvia e dormia no quarto ao lado do vosso e de manhã corria para a vossa cama quando sentia a mãe levantar-se para ir fazer o café, e tu ouvias rádio, as notícias e eu também, conversavamos e riamos perdidos, até que comecei a dizer-te para pores o rádio mais alto que estava tão baixinho, e para falares mais alto que estavas a falar baixinho... e lembro o teu olhar aflito a olhar-me fixamente... e lembro as tuas lágrimas quando se confirmou que já não recuperaria a audição, enfim.. dei-te dores pai, mas dei-te muito mais amor e hoje e sempre direi que te amo pai, amo-te até para lá desta vida!






quinta-feira, dezembro 09, 2010

 

Uma porta, abriu-se !...




Uma porta abriu-se ___ vi um sonho

estavas lá _______ comigo__ a sonhar

senti que vais esperar por mim

quando do sonho ___ a noite acabar.


Não te quis acordar

não _______ para já

há muito a fazer _____ ainda

antes do sonho _____ despertar.


Viver entre o sono e o sonho

ajuda-nos a continuar

eu vivo pensando que é realidade

e tu pensas que estás a sonhar.


Sonhos desperdiçados

não podemos correr atrás deles

e quando a vida nos acordar

será tarde ____ para sonhar.


Acorda, entra de novo no nosso sonho

ainda vamos a tempo de o realizar

procura em ti o fio da meada

e vais ver onde te vai levar!








segunda-feira, dezembro 06, 2010

 

As tuas mãos são asas de andorinha!...




Meu querido Álvaro, querido primo e amigo!

E o dia chegou. Quando vou ter contigo vou segura e sem temor, segura porque me sinto assim quando estou contigo e sem medo porque basta ter o pensamento na cadeira do dentista para ficarmos com nervoso miudinho!


Sabes que mais meu querido Álvaro? Não beijei as tuas mãos porque não estavas só. Era esse o meu desejo. O teu gesto de amor, a forma como me trataste da boca e como a dor se foi, ah, abençoadas elas sejam... como vim feliz pela rua sem dor e com o meu sorriso a brilhar!

As tuas mãos
que retive nas minhas
são como asas de andorinha
a esvoaçar pelos céus
num dia de primavera
ao mitigar a minha dor
se trataste de mim
com tanta ternura e amor...

Um beijinho para ti Isabel e meninos, da prima que sempre vos há-de amar.
laura






domingo, dezembro 05, 2010

 

Momentos de Paz!...


Sinto que faço parte

de todo o Universo

que vivo e respiro

do mesmo ar

que todos os seres

tenho a mesma cor

indefinida

embora seja uma alma

de todas diferente

porque nenhuma é igual

nenhuma tem os mesmos sinais

parecenças

ideologias

maturidade

sabedoria...

Sou apenas mais um átomo disperso

por algo chamado mundo

um mundo irrepetível

pleno de sabedoria e amor

mas também de ódios e vinganças.

Nada disso me importa

cada Ser é um ser

ou um ser sem o ser...

Sei quem sou e não fico indecisa

à espera de descobrir o que já descobri há muito

não tenho dúvidas

tenho certezas conseguidas nas dores da vida

tenho sabedoria conquistada com luta

mas e acima de tudo

tenho Amor, o Amor que para mim é tudo

e que me ajuda a ser quem sou e como sou!


Acordei de madrugada, almas inquietas não dormem todas as horas. O mundo gravita em torno da dor, e se todos Orarmos pelo Mundo, Oraremos para que ele melhore e todos os Seres tenham uma vida melhor, ou seja, que possam encontrar a Luz mais perto de cada um, e a vida será infinitamente mais rica de certezas e paz...!

E agora meditando, escrevi palavras de amor e Luz que seguiram em direcção ao Todo, e nada ficou registado em letras ou palavras, simplesmente porque foram escritas com a alma em momentos de PAZ!...


Tenham um belíssimo Domingo.

Depois deste banho de Luz, acredito que terei um dia maravilhoso!

laura.








sexta-feira, dezembro 03, 2010

 

Recado para a Susaninhaaaaaaaaaaaa !...


Ó miúda, depois de me quereres arranjar um gatão de 1,70 (pró meu metr'imeio serve muito bem até deve sobrar) fiquei a modos que aflita, não vá o gatão sair gatito e acontece como na foto, o puto vai-se abaixo e depois?

Cá por mim podias começar por este aqui, todo fofo, olha o mimo pra quem tem no colinho, vá lá, só dessa mercadoria é que serve pr'a je, abaixo disso num presta mesmo... olha que buuuurrachinho ele não tá, biste, biste?... e já biste essas mãos cheias de doçura a mimar? ´ó balham-me...balham-me...

O Harrison Ford, só se ainda se conservar assim, mas parece que já está mais cota, assim, muito cotas também não,senão nem servem de nada, mas se me levarem o pequeno almoço à cama e a dar uns passeiozitos vá lá, mas...mas...mas...

E as meninas gostam dos figurões? bom, de pequenos nem têm nada, haja alegria e brinque-se que afinal é sexta feira e eu em casa, ó que doideira, e ainda por cima cortei o dedo e estou aqui de dedinho ligado a escrever aos soluços!...
Um belo fim de semana para todos!
laura






quinta-feira, dezembro 02, 2010

 

Os gatos da minha amiga zé!...


A Zé sempre foi doida pela gataria, desde que a reencontrei quando vim para cá viver e fui a casa dela, sempre teve gatos, mas quer que eles estejam bem acomodados, mas que andem lá fora, durmam em casa e façam tudo o que os gatos fazem, caçar ratos etc etc...

Eu gosto de os ver, mas com o shaka aqui em casa, não haveria sossego se ele já deita cá uns guinchos quando os vê lá no jardim!

O motivo porque me lembrei deste post é que a Zé pôs uma portinhola para a gataria entrar e sair sem ter de vir abrir a porta para suas excelências quando lhes apetecer rua ou vice versa...

Então disse que os gatos não havia maneira de aprenderem que se passarem a portinhola abre e elas ficam na mesma à espera que ela lhes abra a porta, e eu convencida que era lá na cozinha disse-lhe; ó Zé, fica tu do lado de dentro ou de fora, agachas-te e chamas por elas, assim; ensinas as cachopas e empurrar a porta... a,i a,i ai.. ela ficou brava, pensas que as minhas gatas são parvas? mas quando me explicou, já estou a ver que ela não ia para a rua à chuva e na arrecadação, ensinar as bichitas a entrar e sair, ora pois não!...
Mas que são umas gatas lindas e cheias de charme, lá isso são!

Ah, sei de amigas que têm gatos e estão encantadas com eles, a mais recente foi a Luisinha da minha dupla, e que fascinada ela estava com o gato dela!... Já sei que quando estivermos juntas, vou ouvir as gracinhas do gatito, e eles sabem ser tão engraçados e só lhes falta falar como soe dizer-se!