A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


sábado, outubro 25, 2008

 

O passado que passou!...


(queridos amigos e amigas, eu sei que aos fins de semana costumo arranjar diversão para todos, mas esta semana não... Foi demasiado triste para mim sentir a partida desta amiga querida, e assim deixo uma poesia onde lembro a saudade do passado jamais esquecido!)

O passado que passou !...



O passado que passou

E não retornou

Nem retornará jamais !...

Não regressa

Não volta

A não ser

Que sonhemos

À rédea solta

E sejam tantos

Os sonhos

Como a saudade

Feita de desejos

Escondidos

De lembranças

Perdidas

Dos melhores tempos

Das nossas vidas

Guardadas

No âmago da alma

Que tudo viu

Tudo guardou

Tudo sonhou

E nosso coração

Não rejeitou !...







Comments:
Felizmente Laura que sonhar não é proibido e tão pouco custa dinheiro, ou a nós, nem seria permitido sonhar.. E como diz António Gedeão na sua magnifica Pedra Filosofa, "o sonho comanda a vida" Paz á tua amiga que segunda me aoercebo estava em sofrimento.. Estas palavras não servem para desvalorizar a dor de quem perdeu alguém muito querido.. Pelo contrário..São palavras de quem já perdeu , irmão de 24 anos, Perdeu avós(embora o apego a uns fosse diferente do apego a outros) Pedei o PAI... E MINHA AMIGA, AÍ, FOI METADE DE MIM.. E NÃO, ESSA DOR NÃO PASSA, TRANSFORMA-SE EM SAUDADE, UMA SAUDADE QUE DÓI.. rESPEITO O TEU SILENCIO E A TUA TRISTEZA, MAS CLARO, ESTOU Á TUA ESPERA.. e PELA PORTA DOS FUNDOS MANDA-ME O NUM DE TELM QUE O VIRUS FEZ-ME PERDER OS CONTACTOS.. PODE?BEIJINHO, ELL



 
Bichodeconta disse...
Felizmente Laura que sonhar não é proibido e tão pouco custa dinheiro, ou a nós, nem seria permitido sonhar.. E como diz António Gedeão na sua magnifica Pedra Filosofa, "o sonho comanda a vida" Paz á tua amiga que segundo me apercebo estava em sofrimento.. Estas palavras não servem para desvalorizar a dor de quem perdeu alguém muito querido.. Pelo contrário..São palavras de quem já perdeu , irmão de 24 anos, Perdeu avós(embora o apego a uns fosse diferente do apego a outros) Perdi o PAI... E MINHA AMIGA, AÍ, FOI METADE DE MIM.. E NÃO, ESSA DOR NÃO PASSA, TRANSFORMA-SE EM SAUDADE, UMA SAUDADE QUE DÓI.. RESPEITO O TEU SILENCIO E A TUA TRISTEZA, MAS CLARO, ESTOU Á TUA ESPERA.. E PELA PORTA DOS FUNDOS MANDA-ME O NUM DE TELM QUE O VIRUS FEZ-ME PERDER OS CONTACTOS.. PODE?BEIJINHO, ELL

19:13



 
CADE CAIXOTE DE LIXO? SÓ O SEGUNDO COMENTÁRIO É PARA GUARDAR, DEITA FORA O OUTRO..AI AI AI..



 
Laurinha,
este poema é lindo, foste tu que escreveste? Gostei muito.

Nestas alturas não sou muito boa com as palavras, prefiro demonstrar carinho, sendo assim...
deixo um xi muito apertado e um beijo enorme.



 
Nina Ell, sei, obrigada, entendes que não há vontade de explanar nada...
O caixote do lixo deve ser a camara que tá em obras, a pascoalita anda também à procura deles e, nada... ou a camara vai mudá-los, confesso que faz falta pois não vejo forma de apagar qualquer comentário que precise... Vou falar com o meu técnico de serviço, quem sabe ele recolheu-os ehhhhhh. Beijinhos nina.
Também sei o que érder um irmão, um pai, os avós queridos, as tias e tio que se vão indo, é a vida eu sei e amanhã juntamo-nos todos lá..Beijinho.



 
Obrigada nina pandorinha, agradeço o teu carinho que sabe tão bem.
Fui eu que fiz o poema, aliás todos os que estão no résteas são da minha autoria... a tua amiga laurinha só é surda que de burra não tem nada, é uma forma de falar pois há muita gente que nos pensa uns coitadinhos, uns esgraçadinhos e tótós, por isso se admiram quando me vêm a conduzir a pintar a fazer roupas de teatro, a participar em tudo...que bom que sou atiradiça prá vida!... beijinho grande a ti de quem gosto muito...sabias nãos abias?..xi.



 
Laura. Quando se gosta de verdade o coração fica assim, como pétalas caídas em tarde de outono.
Beijinho e xi coração de paz e esperança.bfs Lisa



 
Querida agulheta, na verdade assim é Como pétalas caidas em tarde d eoutono e como eu adoro o Outono e ver as árvores despirem-se dos atavios de verão!... Beijinho e a esperança retenho-a na alma... laura.



 
Exlente e muito sentido este POEMA!!! Gostei da homenagem à minha homónima.


Um beijo



 
nina pascoalita...é poema d enostalgia de saudade jamais vencida!...Obrigada mana..um xi da laura..



 
Lamento profundamente a perda de alguém que nos une. Se estava em sofrimento que descance em paz.
Fazes um comentário em que dizes que és surda e, não burra... Burros são todos aqueles que não conhecem ou não querem conhecer as capacidades do seu semelhante.Quantas celebridades são cegos, mudos, artistas mutilados enfim, pessoas que o seu interior está folheado a ouro? Pelo pouco que te conheço,admiro as tuas virtudes. Tens defeitos? Claro que não existe nada perfeito, todos nós somos imperfeitos. Podes crer que adoramos estar contigo e, podes ter a certeza que jamais te esqueceremos. Beijos e abraços para ti e família . Fernanda e João



 
Bom fim de semana menina tristinha!



 
Olá João, a minha amiga não estava em grande sofrimento, mas ia e vinha do hospiatl e quando a fui ver em casa da filha querida a Ju, estava benzinha, falamos rimos e ela viu o meu quadro aquele que tu viste, adorou e disse tuuuuuuu foste tuuuuuuuuu? que lindo, que lindo, foi tão bom que ela o pudesse ver... estivemos bem, depois despedimo-nos com aquele nosso abraço demorado que davamos há algum tempo para se não o pudessemos repetir..já ficava a despedida...e pronto.
Um beijinho e um abraço e obrigada por gostares da moça de braga..laura.



 
Sem palavras
um passado para sempre recordado
um sonho sempre sonhado
linda homenagem, linda amizade, bem hajas garota
por tudo que dás
Fantástica´que o teu Anjo da Guarda te ilumine sempre



 
jA ESTAVA A DESCINFIAR DE QUEM SERIA O ANÓNIMO..JA ENTENDI. bEIJINHOS.



 
gostei muito

parabéns pela iniciativa

http://www.arte-e-ponto.blogspot.com



 
Laura só vim te deixar um abraço carinhoso. Sei que andas triste. Mas tudo tem o seu tempo.


Quanto às lixeirinhas todos andamos à procura delas. Raios partam o blogger.



 
Laura

Apesar de a morte ser a única certeza vida, sofremos sempre pela pela ausência definitiva da vida das pessoas, que nos são queridas.
Ontem também não me ausentei, estive a almoçar em Pinhal Novo, uma terra da outra margem do Tejo, que curiosamente, nunca tinha ido.
Efectivamente, a ausência das pessoas, com quem simpatizamos, mesmo virtualmente, acabamos por sentir a falta do seu convívio. Mas deve ser assim miúda, gostamos que os amigos tenha a sua liberdade pessoal!...
Beijnhos,
Daniel



 
Linda Amiga:
Fiquei sensibilizado.
Lindo de maravilhar o que escreveu com ternura e encanto:
"...Das nossas vidas
Guardadas
No âmago da alma
Que tudo viu
Tudo guardou
Tudo sonhou
E nosso coração
Não rejeitou !...


A minha amiga vale o mundo inteiro!
Pela doçura mágica como observa as estrelas cintilando lá bem no alto dos céus muito azuis.
Beijinho cansado, mas respeitador.
Adorei!

p.pan



 
Olá carla, fui ver o teu blog, os quadros e que pinturas sobre o mar e árvores que lá tens, muito lindo ot eu recanto. Um beijinho da laura, já estive em Portimão vezes sem conta...



 
Afinal não sou só eu que ando em busca dos caixotes do lixo! Acho que a Camara tem uma palavra a dizer!... pitanguinha: agora imagina se nos enganassemos ou se alguém escrevesse à rédea solta o que não gostamos... xi...



 
é daniel e com o tmepo vamos reparando em quem é amigo ou em quem só quer mostrar a vaidade pessoal!...entendes-me?
Um beijinho, como sempre acordei cedo, virei-me para o outro lado e disse; há mais uma hora de soneca, dorme laurinha, mas fiquei ali a contar estrelinhas no escuro da noite!. Um beijinho.



 
Laurinha. Em Braga não há contentores de lixo. Põe-se o saco à porta a partir das 20 horas.
A não ser que já tenho mudado.
Foi contra essa norma. Esta norma é a maneira de se alimentar legalmente as ratazanas da cidade.

Há outras ratazanas (e bem grandes) mas essas não se alimentam de lixo, são bem mais finas.
Beijocas



 
Pois ja escrevi a protestar nino zézinho...ora vês?... Beijinhos e que lixarada por cá vai...



 
Laurinha, se o pai chamou pra perto dele sua amiga, com certeza ele tem uma missão especial pra ela lá, e é mais uma amiga que está no plano espiritual intercedendo por ti. Um cheiro.



 
Oi gilinho, claro que sim, claro que ela mal possa será mais um Anjo a meu lado! (que bem preciso deles, às dúzias!) Beijinhos e um Domingo feliz ai em casa na companhia da sua Lenita...laura



 
Laurinha...hoje decidi passar este entardecer contigo, no teu cantinho que ando há muito para voltar...li todos os teus posts, que ainda não tinha feito, com uns sorri...com outros chorei...mas, estou contigo. Não são precisas palavras apenas dizer-.te que foi muito bom, mesmo muito estar contigo. Jinhos mil



 
Querida clarinda, nem sei como nos esquecemos de ir a casa da outra, só sei que por vezes apanho-te nalgum lado, leio-te e lá volto para o meu canto e além disso o meu manel tem mais trabalho de pc e tenho manhãs ou tardes que nem entro aqui..xiça, rais partam..mas ele em breve compra um pra ele portátil e eu fico com este pra mim..Beijinhos e fica bem querida clarinda.



 
Ai que interessante, mas se for às vossas casas aparece o meu balde do lixo lá..quer dizer lá posso apagar, aqui não!...mau, mau, mau, aqui há gataria da grossa...



 
Um poema de saudades...Lindo e triste!
Sua amiga há de estar sorrindo...


Beijos de luz e uma semana MUITO FELIZ, minha querida amiga!



 
Olá mundo azul..ela deve estar sorrindo, pois falavamos muitas vezes da morte e do medo que ela tinha e eu lhe dizia que não era caso para isso... pois os anjos estariam com ela e acompanhá-la-iam ao deu destino, que devia passar pelo Umbral ou ia directa para o nosso Lar, que lhe emprestei o livro de André Luis, o nosso Lar, e ali explica muita coisa...Mas Deus é que sabe...
Beijinhos nina de luz...



 
Laurinha,
Lindo poema e linda homenagem.
Mas o que nos resta no coração é que importa e se as recordações são boas, a saudade vai ser tambem com um sorriso nos lábios.

Força linda.
Beijokitas



 
Na verdade assim é parisiense, amanhã é a Missa do sétimo dia e nem sei como vou encarar as filhas...é cá um aperto na alma, mas farei por ir descontraida, de certeza que vou conseguir estar bem e fazer de conta que nada me dói!... Mas dói sim e todos os dias rezo por ela montes de vezes para quee steja bem e no lugar lindo de que tantas evzes falavamos..Um xi da laura..



 
Enviar um comentário



<< Home