A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


segunda-feira, julho 23, 2007

 

Ai se um dia puder ouvir...



É mesmo assim, desde há semanas que voltei a pensar como seria belo poder ouvir novamente, e tenho tantos ses...
Nunca pensei que isso pudesse acontecer, as infindáveis buscas sem resultado, os diagnósticos contraditórios dos médicos, fizeram-me acomodar, mas as últimas palavras eram sempre de esperança. Espera laura, a medicina está sempre a evoluír! E eu ainda espero, ainda sonho e ainda canto para dentro, e quando vou a conduzir, sózinha claro, canto a plenos pulmões e quem passa por mim deve dizer, arre que aquela canta que nem doida! E, claro que quando tenho de parar na fila ou lado a lado com alguém, "baixo o volume" ehhh Sei que as vozes invisiveis não me gozam, nem me vaiam, e se vaiam tanto pior, eu nem os ouço...
Só sei que adoro música e o maior erro da minha vida foi casar com quem não era músico, pois assim teria sempre canções e batidas em casa a acompanhar.
Também já fiz projectos a longo prazo. Mal possa ter a minha casinha térrea, vocês sabem do que falo, terá uma divisão toda isolada acusticamente, nem sei como se chama um quarto desses, mas não pode deixar o som sair para fora, insonorizado ou coisa parecida, e aí sim, botarei música dolente, lânguida, ou de batidas fortes, conforme meu estado de espirito.
Mas pela primeira vez na vida, acho que chegou a altura de poder dar a mim própria um cadinho de alegria! Não gostam todos de ter as suas coisas? Pois as minhas coisas seriam essas! Tenho auscultadores, mas por vezes o som é péssimo, depende da estação em que estiver, e nem sinto nadinha. Adoro que me cantem as letras, mas até isso vai falhando...
Assim, bailarico que veja, páro o carro e meto-me por ali a sentir as batidas...
E não descarto uma visitinha a um médico que um amigo que só conheço daqui, já arranjou tudo, tratou de tudo! Que mais posso dizer-lhe? Obrigada amigo, sei que estas coisas não se resolvem num dia, mas o primeiro passo já o deste tu e agora apenas tenho a agradecer-te, rodear-te com meu abraço cheio de carinho e gratidão, e obrigada Sandokan o tigre do Luso, e aí vai uma bela imagem da floresta do Buçaco que encontrei numa pesquisa, e quem me dera estar ali...

Sei ouvir dentro de mim...

Este mundo tão silencioso
Que vive dentro de mim
Não anda a par comigo,
Porque eu consigo ouvi-lo
Apenas com o coração.

É um ouvir diferente
Um sentir que vem de dentro,
E continuo a sentir
Que consigo sempre ouvir
Com os ouvidos de dentro.

Quando não se ouvem
Os seus sons e ruídos,
Mas eu consigo ouvir
Todos os sons, unidos.

Sei sentir o som do amor
Sei sentir o som da dor,
Sei sentir que as pessoas felizes,
São aquelas que se doam
E nunca se apregoam.

Sei ouvir as vozes interiores
Quando alguém me chama, em dor
Sei sentir o olhar de quem sofre,
Mesmo sem ver nos seus olhos
As lágrimas de amor…







Comments:
"É mesmo assim, desde há semanas que voltei a pensar como seria belo poder ouvir novamente, e tenho tantos ses...
Nunca pensei que isso possa acontecer"

Oh menina, desde há semanas que não pensas noutra coisa, mas nunca pensaste que pudesse aocntecer!!! Afinal em que ficamos? pensas ou nã pensas ihihihihih
Vou ler o resto ... não aguentei, tinha de me meter contigo ahahahahahah



 
ihihihih
"Só sei que adoro música, e o maior erro da minha vida foi casar com quem não era músico..."

Sabes o que te digo? Devias ter ouvido esta canção do Rui Veloso e aprendido a lição ...

"tu eras aquela
que eu mais queria
pra me dar algum conforto e companhia
era so contigo que eu sonhava andar pra todo o lado e ate quem sabe talvez casar
ai o que eu passei so por te amar
a saliva que eu gastei para te mudar
mas ese teu mundo era mais forte do que eu e nem com a força da musica ele se moveu.

mesmo sabendo que nao gostavas
empenhei o meu anel de rubi
para te levar ao concerto que havia do rivoli

e era so a ti que eu mais queria
ao meu lado no concerto nesse dia
juntos no escuro de mao dada a ouvir
aquela musica maluca sempre a subir
mas tu nao ficaste nem meia hora
nao fizeste um esforço pra gostar e foste embora
contigo aprendi uma grande liçao
nao se ama alguem que nao ouve a mesma cançao

mesmo sabendo que nao gostavas
empenhei o meu anel de rubi
para te levar ao concerto que havia do rivoli

foi nesse dia que percebi
nada mais por nos havia a fazer
a minha paixao por ti era um lume
que nao tinha mais lenha
por onde arder

mesmo sabendo que nao gostavas
empenhei o meu anel de rubi
para te levar ao concerto que havia do rivoli"

Tou só a meter-me contigo, com o devido respeito, menina das résteas :)
bjitos



 
Claro que a partir de agora penso que sim, que vai dar, que vou mudar a minha vida e vai ficar de pernas para o ar...Acredita ó diaba, e como estás mais perto dos céus que nós, manda aí uma forquilhada a uns Santinhos e quem sabe!...



 
"Também já fiz projectos a longo prazo. Mal possa ter a minha casinha térrea, vocês sabem do que falo, terá uma divisão toda isolada acústicamente, nem sei como se chama um quarto desses, mas não pode deixar o som sair para fora, insonorizado ou coisa parecida ..."

Mas olha lá, menina ...
não diz que vai ser uma casinha no monte, rodeada de pinheiros? Então por que precisa de insonorizar? não vai deixar os vizinhos ouvir, é??? Sua egoista!
E que será de mim, pobre diabinha que sou curta de ouvido ???



 
Quando não se ouvem
"Os seus sons e ruídos,
Mas eu consigo ouvir
Todos os sons, unidos.

Sei sentir o som do amor
Sei sentir o som da dor,
Sei sentir que as pessoas felizes,
São aquelas que se doam
E nunca se apregoam."

Pois ...
Vais tornar-te igual aos outros humanos, né??? tratas dos ouvidos e deixarás de ouvir úáuáuáuá



 
Caramba, laurita!
Mal percebi que tinhas texto novo, vim logo a correr e msm assim, alguém chegou antes de mim eheheheh
Voltarei mais logo para ler melhor, mas já deu pra me rir um pouco e fico feliz pelas perspectivas. jinhos
P.S. Gosto do poema



 
Diaba, subiste na minha categoria de humanos melhores e de bons sentimentos. Vou ver se mando uma carta de alforria lá para o diabo mor a ver se te excomunga e te amanda para cá...
Sabes que mais? vou chatear um certo rapaz que rebolou monte abaixo num lençol, lembras-te? é a ele que peço as musicas e já que a letra já cá canta, só quero mesmo ouvir a musica...
Vou já pedir-lhe, mas ele há muito que nem anda por aqui!, duvido que venha cá ler, ele trabalha ehhhhhh...
Mas que letra linda a do rui veloso, ams o homi é mais novo, porque se eu soubesse, mas minha diaba, o que eu não faria para ter quem ouvir e ler nos seus lábios a voz do amor..o meu nem desafiado e desafinado canta! Que tristeza...

Beijo-te ó nina cusca...



 
Pensas que não ponderei no que me poderei trasnformar se ouvir? uma remelda e sems entimentos como a maioria egoista que há por ai, e assim em sil~encio faço minhas letras, e depois a ouvir as musicas e as vozes já não serei capaz de compor porque...

Se um dia puder ouvir!..



Se um dia puder ouvir,
Que grata não irei estar.
Poderei ouvir do mar,
Aquele seu marulhar
Que em mim, soube guardar.

Poderei ouvir os sons do mundo
E da vida o seu murmurar.
Poderei ouvir também
Das avezinhas seu cantar.

Hei-de ouvir de certeza
A lua e as estrelas falar,
Hei-de ouvir o murmúrio
Do regato a deslizar.

Vou subir ao cume dos montes
Ouvir a cálida voz das fontes,
E sentir as suas águas
Quando nos banham a fronte.

Vou ouvir, vou ouvir sim,
Quem seja a chamar por mim,
Vou ouvir a voz do meu amor
Que me vai amar tanto assim.

E depois com tantos sons
Vou pegar num violão,
Vou escrever estas letras
E cantar minha canção!..



 
Querida pascoalita, já sabes que os posts duram pouco aqui e como tenho tempo, escrevo, divirto-me, rio bastante e ainda faço poesias das boas (algumas) e onde irei guardar tanta coisa? quem conhece Ruis velosos e camanés para cantarem as minhas letras e assim ganhar sem s r a andar de chapéu na mão?...como ia pelo sertão com o seu naeno!..ehhh que risada aquele noivado que acabou mal chamei véio ao noivo...



 
Que lindo este poema
que traduz o teu sonhar
eu ficarei bem feliz
quando se concretizar!

Quem dera que tu, laurinha
nem que fosse só por um dia
ouvisses esta diabinha
exuberar de alegria!!!!

Aposto te fartarias
desta gralha infernal
pro inferno me correrias
não faltaria gritar !!!



 
Mas que linda forma de te expressares ó cusquinha! Será que vou ter uma rival nas lides de escrever cançonetas?
Quem dera, que ao despique é que é bom... Jinho a ti e obrigada pelos votos e que teu sentir se concretize em mim...



 
Gostaria muito que as tuas expectativas se tornassem pura realidade. Desejo-te as maiores felicidades.



 
A falta dum sentido aguça os outros.
Acredito que sintas mais do que qualquer um de nós, ouvintes.
....
Talvez deixes de ser a Laurita.. :(

PS. Diabinha, 'não se ama alguém que não ouve a mesma canção', mas infelizmente também não se consegue amar 'quem ouve a mesmissíma canção'. Falta de sal, já ouviste falar? :P
O segredo deve estar no tempero ;)



 
Ora Alkinha é isso mesmo, apenas uma grandecissima falta de sal, e mais nem digo!... Nem todos salgamos para o mesmo lado ehhhhh.

Deixo de ser a laurita? acredito que passarei a ser a laurona, má e cabra ehhh e mais exigente com todos...



 
Ó cusca, mas como não ouvia, tinha desculpa das duas vezes que casei sem ser com um músico..se ouvisse, claro que pensava dez vezes antes de assinar a papelada...
Mas tenho desculpa de não ouvir, e juro que se conhecesse a canção, já tava lá no estúdio dele a vê-lo gravar...



 
Ahahahahah
Agora, ao ler a Ahlkinha, lá me lembrei de novo do que contava uma colega minha:
Como ela e as colegas eram muito refilonas, a chefe costumava dizer "não há sal que vos tempere!" eheheheheh

É cada vez mais difícil encontrar-se a nossa "alma gémea" ... xiiii onde andará a minha ???!!!
Eu cá, enqto não encontrar a minha "cara metade" vou-me remediando com o meu "1/4 de cara" eheheheh
jinhos



 
Se pudesses ouvir
Como canta o rouxinol
O vento por entre a folhagem
O silvo que faz o pôr-do-sol

Se pudesses ouvir
As palancas na savana
Os foguetes na festa
Do S. João em Braga

Se pudesses ouvir
A palavra amiga
O murmúrio da água
A mensagem sentida

Se pudesses ouvir
O bambolear dos canaviais
O cascalho do rio
Os momos dos jograis

Ah!.. Se pudesses ouvir
Tudo o que há para dizer
A esperança é não esmorecer
Ouvir tu Laura, vais conseguir!

... E a música já toca!

Tudo de bom



 
Ehhh Pascoalita, tens razão, mas será que temos mesmo 1/4 de cara metade? achas? Eu penso que tenho em casa um bom engenheiro, um bom canalizador, um bom eletricista, um bom dono de cão que o leva à rua, um bom cozinheiro, nem que para isso tenha de sair de casa e dizer que vou ali ehhh e ele cozinha que é um luxo, só tem a mania dos temperos e dá cabo de tudo para mim, que prefiro coisas simples e pouco condimentadas, onde abuso é no piri-piri, herança de áfrica...
Enfim o homem é mais que 1/4 coitado, só não acerta na parte romântica, ams nãos e pode ter tudo ehhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh, mas ri-me a bom rir com o teu 1/4 ehhhhh, tens hortelão, homem de recados, eu tamém, mas..somos umas nabas e deviamos estar felizes porque eles nunca nos chegaram a roupa ao pelo nem sequer tentaram ehhhh, e a maioria é o que se vê, enfim, falamos de barriguinha arejada e cheia...



 
marius, copiei a letra e depois lá ouvi, mas, faz sempre falta ter quem vá acompanhando a canção, porque sózinha não consigo acompanhar. mas é linda a letra e a musica soa-me bem.

Obrigada moço pela cantoria, desconhecia que o pôr de sol tem silvos!, ainda lembro o vento a fazer bater as folhas nos canaviais, o que são momos dos jograis? explica aí a não ser que te enganasses, mas nem faço ideia. Claro que seria lindo, nem conseguiria aguentar tanta felicidade, mas só o ter pensamento positivo já ajuda imenso...
Obrigada pela cantoria e andas muito cantante. Quando foi o namorico com o brasuca, escreveste poesia aos montes ehhhhhh.
Beijinho a ti amigo e Deus te pague pelas musicas que vais colocando...



 
Laura disse ...
"deviamos estar felizes porque eles nunca nos chegaram a roupa ao pelo nem sequer tentaram"

eheheheheheheh já pareces eu, laurinha! Costumo dizer que falamos de barriga cheia e o que me faz falta é "uma tareia de manhã e outra à tarde" ihihihihihih

Xiççççça, olha se o mê hortelão um dia se engana e usa a "enchada" na sua Jove?!?!? eheheheh



 
E vais ouvir!
No entanto, creio já te ter dito que um dia nos dirás "ai tanta asneira! que saudades tenho do tempo em que era surda" eheheh

Vai em frente, laurita 1 beijinho



 
Ehhhpascoalita, pois é o homem um dia perde a cabeça e no momento tem ali a enxada à mão, e, dá-te um enxerto de (porrada ehhhh)

Não abuses, olha que ele um dia cansa-se, e se me apanhar a geito, lá vai mais outra enxada pa cima...
Beijinhos ó maninha...



 
Adrizinha..
Asneiras de ouvir? Só se for as que deitarei pela boca fora!
Ontem estava aqui e o Nuno a dormir, tem uns dias de férias, eram umas 9, e começo a sentir uns barulhos vindos de cima, ams até o pc tremia, os vizinhos andam em obras, e coitado de quem quer descansar, e se sentia assim, imagino se ouvisse...Saia berreiro..ó senhores caramba, é mês de férias, não podiam ir para os Algarves fazer barulho! ehhh e claro, cimento em cima da laurinha..só podia.
Moça, nem sabes o que significaria para mim isso...



 
Que esse dia chegue, minha querida amiga, é o que desejo para ti. Mil beijos. *****



 
Laurinha,

Querida amiga e companheira da jornada silenciosa.

Vai, por mim e acredita plenamente em mim, arranja uma prótese para te estimular o nervo auditivo durante 3 meses, e se conseguires ter estimulo sonoro marca uma consulta, e voa até Coimbra que queres falar pessoalmente com o Dr.Fernando Rodrigues.

Fala com ele, toda a tua história, infância e Surdez. Se tudo correr bem, vais fazer exames: audiometria, tomografia computadorizada e por fim ressonância magnética. Mas atenção, vai sem EXPECTATIVAS, não esperes nada até sair os resultados.

TENTA, acredita permanecer na incerteza e deixar o tempo a rolar, não é bom... aproveita enquanto tudo é PRECIOSO!

ACREDITA EM TI.

Um beijo Laura, de mim, melodias suaves.
Alice



 
Olá querida Ariane.
Pois é, fico na expectativa, e, quem sabe... Obrigada amiga...



 
Olá Alice do País das maravilhas...

Eu sei que com o aparelho ouço todos os sons e ruidos, e como não dava para entender as palavras, fora com ele, não queria barulhos...
Mas acredito que é desta, uma vez que já não vou ao médico desde que tive o meu Nuno, quase há 28 anos... Estava farta de que dissessem que a medicina estava a evoluir, e, realmente estava e continuará a estar, mas agora parece que chegou a minha hora, pois nunca me senti tão ansiosa, e, quem sabe!...
Boa sorte para ti e claro que sinto que vais ficar tão bem, tão bem, que nem acreditas ainda ehhhhh.
Beijinho doce, a ti jovem querida, que ainda tens uma vida para viver...



 
Tb conheço essa nina Alice :)
Bjito a ti, menina corajosa!



 
Que fixe!
Engraçaste com a tal que a pascoalita referiu, do Rui Veloso.
Chamem-me careta, mas eu tb gosto e muito eheheh

Jinhos



 
Ó cusca conheces de onde? se ela só aparece de longe a longe! Arre, irra que conheces todo mundo e todo mundo não conhece a ti, mas eu conheço e por solidariedade não digo quem és, e sabes que mais, andam todos em cima da apscoalita a pensar que é ela, ao principio também pensava, ams agora não, tens um estilo muito teu ehhhhhhh.
Beijinho cusca e vai descuscando nina...



 
Tás a esquecer que sou cusca?
Bem me lembro, há uns meses atrás, qdo andaste a bater a todas as portas para irmos levar um miminho a menina alice que tavam um nikinho ansiosa.
Até veio o teu amigo do outro lado do atlântico e tudo ... fizemos fila indiana, não te lembras? eu tb fui mas não com esta fatiota eheheh



 
Ó pariga lembro pois, e mais uma vez parece que sei que és a........
Raios da miuda... mas és engraçada pa caraças...



 
Nina Laurinha, acho que estou mais ansioso que você por este dia chegar. Será um dos dias mais felizes que terei nesta passagem terrena, podes crer, te afirmo do fundo do meu coração. Vá em frente, tudo vai dar certo.
Um cheiro.



 
Gilinho, amor da minha vida!
Claro que estamos ansiosos os dois! Você e seu bom coração sempre cheio de amor, e eu precisando mesmo de ouvir para tomar conta de mim amanhã...Quem sabe mano amigo, quem sabe! Mas descanse que eu depois ligo para você (como se fosse a coisa mais natural deste mundo ehhh)
Amo a ti nino Gil, porque és um irmãozinho querido que tenho e vou ter sempre! Beijinhos a todos.



 
Publicar um comentário



<< Home