A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


sábado, julho 21, 2007

 

Ao Rafeirinho!... Que o céu seja o limite...



E chegou o dia, e chegou a hora, e lá encontrei um jovem carvalho, cujos ramos já se começam a estender em todas as direcções. Se seguisse a teoria do Fallen Angel, o homem que tivesse o microfone na mão, esse seria sem dúvida o rafeiro...

Olhei para o homem que tinha o microfone na mão e, bem mais velho do que eu pensava que o rafeiro fosse e disse cá para mim, não, este não me cheira a rafeiro, aquele ali do meio,esse sim, parece-me ele mesmo, mas..vejamos... o magrinho e com os óculos (sempre os encontraram não?) Olhei-o, ele olhou-me logo, sem sombra de duvidas, mostrou que sabia que era eu (com o olhar... mandei-lhe um jinho na ponta do dedo que retribuiu, e que bom... Fiquei ali à espera que se calassem todos, enquanto a Neide me ia dizendo o que eles diziam, depois fizemos fila, estavam lá bastantes pessoas à espera... Acerquei-me, demos o nossos jinhos, começou a escrever, enquanto eu falava, e ainda dissemos algumas coisas. Acho que fui a pessoa que mais demorou a ser atendida.(ó cusca não estás verde de inveja?) claro que comprei livros para as ninas pascoalita e africana que me pediram para comprar e já viram bem? (agora toca a mandar para Lisboa pelo correio, e tudo isso para quê? Para terem o autógrafo e o carimbo igual ao do blog...Mas foi lindo, vê-lo escrever, sorrir e falar, entendia-o a falar, e ele a mim ehhhhh, acho que falei normalmente, é que quem não me conhece pensa que falo aos berros ou coisa assim..também sei falar baixinho sim senhora!...

Estava lá a jove dele, senti que era ela, apenas nos sorrimos e acenamos, é uma linda moça e tem a simplicidade que eu adoro, nada de querer parecer uma mulher mundana como todas as jovens agora gostam de aparentar...

E prontos Jorge, adorei, foi lindo, foi ternurento e belo, e agora já sabemos como são nossos rostos e continuaremos a blogar por aqui.
Desejo que tenhas muita sorte na vida! Com a vosssa idade tudo parecem rosas e luzes, claro que as horas más também baterão à vossa porta, mas, nada que o amor não resolva! Acho que sois um casal e tanto, e, de resto a vida é isto, uma aventura para ser vivida da melhor maneira que se possa!

Enfim, sempre fui de laranja, até os sapatos ehhh, e a nina cusca que disse que apanhava um avião blá blá!...Desta vez passei-te a perna ehhhhh. e lá fomos nós, euzinha a conduzir, só fizemos um pequeno desvio e fomos lá dar, e a entrada para o parque é obra, e eu subi aquilo tudo na maior!...
E pronto, hoje nanarei descansadinha, fui ver o meu amigo! Quem diz que não se pode ser amigo aqui e assim? que a net é só porcaria que nada de bom vem daqui!Olhem aqui um exemplo! E não digam que foi apenas (((sorte)))

Beijinho ó rafeirinho, muito prazer em conhecer-te e continua a escrever, e logo quando me for deitar vou começar a ler-te devagarinho até adormecer...






Comments:
Que lindo, laurinha! Estou comovida e muito feliz por ti que bem sei que vives estes bocadinhos com muito entusiasmo e emoção.

Um bom soninho e um excelente domingo, menina das résteas.
1 beijinho grande da tua Adry



 
E verdade Adryzinha, sou mesmo assim, dou valor a coisas que os outros nem ligam, orgulho-me dos meus amigos mesmo que nem os conheça cara a cara, e adoro quando podemos encontrar-nos, mesmo que por pouco tempo. Tinhamos de vir embora que a amiga da Neide chegava depois e não estavamos em casa...
Soube bem ver este moço tão jovem já com o seu livro publicado.
Vou dormir bem,se vou, e levei meu vestidinho novo... e tiramos fotos ehhhh, depois mando por email.
Nana tu também um soninho descansado. tenho pena de ti e da pascoalita e da africana (a cusca sei lá eu o que faz? concerteza a mesma coisa que tu ehhhh) porque trabalhais muito e nems emrpe os patrões sãoa quela máquina e em casa trabalhais mais...



 
Eu vou mas é ler os meus livrinhos de aventuras. Agora até os rafeiros escrevem livros.



 
Ehhh fantasma, os fantasmas não escrevem, apenas pregam partidas, aparecem e desaparecem, mas se queres escrever um livro, faz como os outros vai às Editoras, esmifra-te a correr nos direitos de autor e a esperar meses e meses e ós pois publicas, tratas da parte comercial, e põs os lucros em nome de fantasma e podes por lá o meu também, porque o banco precisa de uma pessoa sólida, e eu tou aqui, ehhhhhhh... Tens que confiar...



 
Também querem o meu NIB?
É uma coisa que tenho todo o prazer em dar :))

Nao acredito em fantasmas e venho esbarrar num :S

Laurita, o virtual faz parte do real de cada um, mas a sua interligação desaparece com a mesma facilidade que se instala..



 
Alkinha, neste caso ele ficaria a perder, já que o meu nome é que constaria apenas no banco pa receber os euros ehhh pode-se brincar? ehhhhh



 
Em Porto Campanhã tens o Metro logo ao lado. Mas cuidado que posso vir eu aos comandos de um Alpha Pendular ou Intercidades. ehehehe
Um beijinho e votos de uma boa semana



 
Té venho de mansinho, espreitar as novas :b)

Sua sortuda, que me levaste à certa! Nem cheirei o permude, qto mais por as vistas em cima do mê "ilustra escritor" :(



 
Bom diaaaaaaa

Laurinha, que tal dormiste hoje? foi um soninho e peras, não? Hummm estou ansiosa por receber a "encomenda" ahahahah



 
Eu sou João, mas não sou Ratão. Gosto de feijão no caldeirão.



 
Olá little drangonblue, agora já fui lá, fomos de carro e viemos, demos com o caminho muito bem, só virei à esquerda porque a minha filhota gesticulava que se fartava e eu dizia, não é aqui, deve ser mais acima, e..claro que mãe quase sempre tem razão. Quem tem boca vai a Roma e lá chegamos, Os construtores daquele espaço Comercial brindaram-nos com uma entrada para o parque que tem centenas e centenas de carros, com uma subida ingreme e sempre de volante rodado, já me achava ali nas pistas do grande prémio le Mans.
Beijinho a ti e se um dia for, claro que farei assim...



 
Até admira, falaste falaste e no fim viu-se, és mais uma das que lhe diziam, eu vou estar lá, eu vou levo soutien calcinhas pelo ar blás blá, e lá fui de laranja. Não te mando foto (será que não a viste já?) mas estamos nitos os dois ehhhh, e até perguntei se a cusca já lá tinha estado, e que nem pensasse que a nossa zanga era a sério! Acho que não há homem nenhum que nos faça zangar não é minha bolinha amarelo limão?



 
Pascoalita dormi bem como todos os dias, posso estar mal de algo, mas o sono vem semrpe tranquilo, uns pesadelozinhos à mistura, ams isso faz parte deste lado e do outro. Sinto-me muitas vezes a regressar do outro lado, acho estranha a forma como acordo, mas...num dá pa ver mais nada ehhhhh...



 
feijão no caldeirão? depende da maneira como for feito.só pela nossa mãezinha é que é bom...
Ué fantasminha?



 
Divulgação

Mais um Blog que virou livro!

www.camaradachoco.blogspot.com



 
Tu a Adrianna e a Pascoalita, sabem cozinhar? Então têm o poder das mulheres. Eu quero que, um dia, me façam um cozido à portuguesa e uma sopinha de feijão verde. Tudo com os produtos da horta da Pascoalita, menos os tomates. Esses na minha horta são muito melhores. Lá no meu blogue vocês estão muito engraçadas. Vou contratar o Trio Odemira para vos compôr uma canção.
Boa semana, diverte-te e faz muitos versos para o teu livro. Se precisares eu também te faço uns versos com o título " O Fantasme de Luanda".



 
eheheeheh
o mê manel mostrou-te os tomates? Eu não devia estar presente pq não me lembro de nada ahahahah



 
obrigada Laura,por todos os elogios dados ao meu jove. E agradeço também o sorriso que me deste depois de receberes o autografo do rafeirito.

Uma grande beijoca...gostei de te conhecer.



 
pascoalita então não estive na tua horta em tua casa? ai ai ai a nina marota, e o seu horácio não deu a volta na horta comigo? na fomos evr o feijão os pepinos os patos as galinhas os tomates? quemt e ouvir mas rir-me a bom rir ehhhhh só tu mana...



 
Querida carla, a doce jove do rafeirito... Eu bem queria chegar perto de ti a abraçar-te, a Neide ia explicando oq ue eles diziam lá no palco, e disse-me assim, aquela deve ser a mulher dele, tem cara de ser a mulher dele memso, e eu, claro que deve, é um doce, tão terna e meiga que parece, e se atura um blogueiro daqueles, merece parabéns...
A minha vontade era abraçar-te muito, mas distrairiamos o rafeiro ehhhhhh. Quando fomos embora eu ainda alvitrei, vou voltar lá, vc êem um giro por aí, mas este dia era apenas dele e deixei-me estar quietinha...
beijinho a ti queridinha e muita felicidade na vida!...



 
Olá minha querida laura, acho que estás muito bem disposta e isso agrada-me. Vou deixar um abraço e o desejo de tempo de paz para ler esses livros. Beijinhos Laura. Voltarei claro...



 
Claro que me lembro, laura, mas não sei se era tempo dos "tomates" estarem no ponto, entendes? eheheheh



 
Em julho na era tempo de tomates? atão quando é?

Minha gente esta esquisitóide anda de todo, diz que não passou a ferro que tinha monte de roupa e que nem fez as compras ontem, deixou para hoje, e escreveu da espreguiçadeira do quintal ao pé da horta à fresquinha!..e ainda diz que na se lembra se era tempo de tomates...Até feijão verde ciomi mana, alface e tudo o que o teu hortelão tem por lá...friso, NA HORTA:::



 
Laurinha, és exactamente como dás a entender aqui no teu blog e por todo o lado onde vais: um doce! Foi um prazer falar contigo, adorei ficar a conhecer-te mais a tua filhota e respectivo jove!

Uma grande beijoca para ti, a juntar às que já te dei em pessoa!



 
Ehhh rafeirinho, foi a mesma sensação, podes ser um reles rafeiro, ams tens um grande coração dentro do peito, e foi isso que vi em ti e clario não me enganei em nadinha! Demos dois jinhos e já foi muito bom ehhhhh. e a tua jove, olaré, é trés bién!...Lindo par que fazem estes dois...Já parecem a Dama e o Vagabundo, tal e qual...



 
Óh valha-me a sta rita! A Dama e o vagabunbdo? Que comparação, laurinha eheheheheh

Eu senti como se lá tivesse estado convosco.
Tudo de bom, sempre
jinhos



 
Não estás antes interesada em matar um franguinho e fazer-me um arrozinho de cabidela. Quando estive no Japão, comi lá um rafeirito. Depois do almoço, quando me disseram que era um cãozinho, vomitei tudo. Estava acompanhado do espanhol Camacho que foi treinador do Benfica.
Vem ao meu blogue que eu preparo umas latitas de atum com cebola. Já podes vir. Serve-te à vontade, acompanhada das tuas amigas.



 
Credo, fantasma!
Tu inda és pior do que eu! Então comes "rafeiro" e preparas-te pra papar o "gatinho da nossa amiga Ahlka"??? Isso faz-se???



 
Senhor fantasma, não gostamos do seu petisco e agradecemos que não fale em vomitados e comer animais!
E eu que pensava que tinhamos aqui o Casper o fantasminha, minha diabinha afasta-te que ele não é o casperzinho...as outras já são maiores e sabem que fantasmas velhos só assombram...



 
Laurita,
bota aí outro escrito com menos colorido que hoje acordei assarapantada e isto ofusca-me
:b)



 
Pascoalita já botei agorinha mesmo..ehhh podes rir-te...



 
Arre que esta diaba é cusquissima e vê coisas nas palavras, hum, és inteligente ó bola vermelha...



 
Que bom Laurinha teres conseguido acompanhar o teu amigo num momento tão importante... um dia serás tu e lá estarei de certeza... 1 jinho, lígia.



 
Enviar um comentário



<< Home