A minha Poesia em pps
Formatado por Zélia Nicolodi, Vitor Campos e Estrelinha d'Alva
(clicar na Imagem)

















Quero Alguém


O meu tecer de Esperanças!...


Já escalei a minha montanha!...


Amar-te-ei Sempre!...


Não te vás nunca!...


Não foi o ocaso


domingo, julho 26, 2009

 

E o amor, aconteceu!...


Preciso de contar tudinho de fio a pavio, senão!, não seria eu.
Lá vinham, a Pipinha mandou sms que já vinham para cá. Ficou combinado que entrava em tal lugar e ia dar a tal sitio (queriam saber era? ) fui postar-me à espera, tudo passava, menos elas. chegou nova sms, laurinha estamos na Bomba tal, anda ter connosco. Eu deixei os meus ricos franguinhos a dourar no forno, aquilo era a dois minutos de minha casa. pergunto ao moço da gasolineira quantos mais postos havia espalhados pla terra. Ui. Expliquei que não ouvia,se fazia o favor de ligar para elas, não se fez rogado, despachado, já estava a falar, diziam elas que era ali acima, bem, se elas nem faziam ideia onde estavam! que era logo ali, agradeci ao moço, sorridente, lindo, e lá fui, contornei o largo e bora lá , em frente laurinha.Que nada, do C4 nem cor, nem vista, nem gente... entrei no oficio e perguntei ao moço se havia mais alguma ali perto, que não, só a de onde vim, expliquei-lhe, e, que raio, comigo é tudo a andar, porque os Anjos me acompanham... a senhora espere um minuto, diga-me qual o carro, marca, cor, e ligo para todas as bombas se for preciso. Logo na primeira, desata a rir, ah, estão lá. Pode ir ter com elas, pedi que as avisassem para não sairem dali, agradeci, como Deus é bom, e nos abre caminhos de tantas formas! em 5 minutos, estava lá ao lado. Que abraços, que ternura, grande Pipinha, formiga Soledade, e o J.P. a olhar-me desconfiado, já sabia que era pela minha voz... é normal, sentou-se no carro e nada de beijos... Vamos para casa senão em vez de frango dourado sai frango carbonizado... Gracias, estava lindo o jantar! Havia mousse de manga.
Foi uma comunhão de almas, de almas ansiosas por se encontrarem, até o shakita colaborou... mal acabamos, tudo a levantar mesa, louça na maquineta, e, rua, fomos buscar a getta que já tinha combinado com ela, e, ala que se faz tarde...B. jesus, as luzes da noite, o savoir faire do local.
O JP durante a treta na esplanada, foi aprendendo gestual comigo, achava graça, a Soledade marota cumó caraças, nunca vi tanta apetência para malandrice,esta menina é fogo... Lá regressamos ao lar, o J.P. pedia-me com aqueles olhos melosos, aquela graxa que tão bem sabe dar, lembrou-me o Nuno com a idade dele... E lá fomos, em casa, mais treta, ver pc, conversa, depois cozinha para um cházito, aquela soledade não tem falta de ossos, só de carnes... la enfiou mais umas bolchitas, um cházinho e, minha nossa, eram duas da matina e a gente a cair pro lado,e ela toda fresca que nem alface, o chefe foi nanar, nós, mais tarde, ainda fomos para a varanda, enquanto ela dava umas passas, mas que vicio...
Acordei como de costume, o nino sentiu-nos, deixou a mãe na cama e, veio para junto de mim, era abraços, era miminhos, ah, nino, nem sabes o bem que me fizeram, matabichamos os 3, elas na dormideira, pelas 10,30, fomos acordar as duas, a Soledadinha dormiu pouco, foi com o Manel ao café, e não havia maneira de virem para casa... a Pipinha ligou à nina Ritinha do blogue Angel of Ligth, e eu falei, falei, ela respondia através da nina Pipinha, entretanto eu e o j.P. jogamos às cartas, foi uma risada, e quando não o entendia a falar, ele bem tentava, mas, dei-lhe um cadinho de papel e esferográfica e disse; quando eu não perceber, tu escreves aqui e eu leio... então como o jogo era diferente dos que ele conhecia, se aquilo era do meu tempo.... ele escreveu no papel...que ai está como prova!
E as ninas já tinham dito, menina, amanhã não se faz comida, vamos almoçar <às meninas> elas até tinham dito, laurinha, venham cá almoçar, e eu; não senhora, comemos em casa que sabe muito bem, e surpresa a delas quando nos viram entrar por ali fora... Papamos bem, o J.P. comeu o prato todinho, ele escolheu, batatas fritas, arroz e filetes de peixe, ah, que bem lhe soube, eu, polvo com batatas e feijão verde, o manel bacalhau com natas e verduras à parte, as ninas carne nem sei quê, com verdurinhas... sobremesas, e papamos na esplanada, as mesas todas para nóizinhas.


Viemos para casa, arrumou-se tudo, fomos beber cházinho na cozinha e mais treta, treta sentada no chão, a falar dos nossos tempos, dos ninos e ninas dos blogues, mostrei fotos do nosso Kim, e, lá se foram. O Nino não se calava, queria ficar aqui comigo, que se ia portar bem, lá lhe expliquei
que ia para as aulas e o manel ia trabalhar e não havia quem ficasse com ele, que um dia destes encontramo-nos de novo, mas que abraços, que miminho me deu a toda a hora...
Obrigada querida Pipinha, doce e enorme Pipinha, foi bom receber-vos no meu lar, foi bom ter-vos neste aconchego. Agora já sabes como funciono, como falo e como vivo... e obrigada pela tua pestinha, o miudo é um safadinho de primeira, fino, bem fino, e quando quer, suborna-nos com mimos...

Soledade, Soledadinha, nunca nos cansaremos da treta, da companhia e do amor que sentimos uma pela outra, nós já eramos velhas amigas, velhas almas sofridas em horas de reajuste!... tu bem dizes que somos siamesas na vida, naquela parte da vida para esquecer, mas, que fazer? Continuemos pois, que o Pai está em todos, e nós, NELE!...





Comments:
Olá Laurinha,

Sinto um amor enorme nas tua palavras!! =)
Fico feliz por se terem divertido! =)

Muitos beijinhos,
Estrela d'Alva



 
Laurinha querida:
Que bom que tudo correu bem e se divertiram.
Ai a Soledade fuma? Que alívio! Estava a ver que quando nos juntarmos todas, não tinha com quem dar umas escapadelas para matar o vício. Além disso, tenho que relembrar o falar do Porto (Bibi lá 13 anos, carago), para falar com ela. É fácil, porque apanho depressa os sotaques. Assim quando quizermos uma passa, podemos praticar.
Deves estar cansada e feliz. E o cansaço feliz é tão bom.
Dorme bem, nina.
Beijinhos



 
Que belo fim de semana para
recordar !!

E em Setembro vai acontecer outro mas com muito mais pessoas ! Nunca mais passam os dia, não é querida Laura ?

Beijinhos da

Verdinha

P.s. diz-me, Laurinha, há problemas para ver o meu blog. Uma maiga disse-me que só via uma página branca.



 
Laurinha tão bom tão bom esse vosso encontro, esse vosso mimo, essa vossa alegria na partilha desses momentos doces e felizes.

Feliz eu também por estar deste lado a saber acontecer a magia amor desse lado.

Beijinho mimo para ti nina das résteas da tua Girassol



 
Oi Laura
N~ao li nada do teu blog..
Somente para te dizer, que fiz um comenta´rio no blog do "club das mulheres beira~as" e li o teu coment´´ario, so´ para te dizer, que logo , que tenha net eu procuro-te at´e l´a um beijimho
Herminia



 
Oi amiga,

Vê lá se retirares estas barreiras...
Só agora é que vi que escrevi que uma "maiga" disse-me.... O que será isso ? Uma AMIGA.....etc..etc...

Estás muito caladinha. Estás com saudades das amigas que já foram embora, não é '

Beijocas amigas

Verdinha



 
Estrelinha, e tens razão, é amor que há nelas..beijinhos doces e, falamos de ti, esta tarde..laura.



 
Verdinha, ah, como setembro parece aind alonge, só que eu começo o passeio antes de vós, cá para o Norte e com os nossos anfitriões!...
Muito mais pessoas, ah, costumam ser centenas e de repente fica meia dúzia, ahhh é bom, quantos mais, melhor..Beijinhos.



 
Nina Girassol, o nosso encontro há-de acontecer, quando tiver de ser, em breve, ora pois. acredito que sim...Ele lá sabe, mas, tenho cá uns pim pins nos ouvidos que me dizem que: A nina besuiguinha está quase!...quase, ora vejamos a minha agenda, é que...a Ritinha já escreveu, ai laurinha, laurinha andas muito requisitada...
Foi bom, foi belo, foi óptimo, porque há e haverá sempre amor entre nós, este amor que nunca acaba, este amor que vive sempre, e, como soe dizer-se, há quem não acredite, mas, o amor chega para todos, basta que o tenhamos a jorrar da fonte, aquela fonte centenária...
Beijinhos pra tu...de mimzinha...



 
Je vois la vie en ver...não é isso, é que fui buscar a Neide ao aeroporto, e, o avião atrasou quase uma hora, estive lá à espera e chegamos à pouco, foi isso..Beijinhos, e ando a decorar frase em franciu, para te mostrar ehhh mas atrapalho-me tanto..ai os sons da pronuncia..laura..



 
E assim, aos poucos, vais conhecendo as pessoas que fazem parte dos nossos dias e não conhecemos.
Já assim foi com outros e assim será em breve.
Fazes-me fome a descrever esses manjares.
Beijinho Dolce!



 
Bom dia Laurinha !

Não concordo contigo quando diz mais pessoas melhor... acho que é melhor poucos mas BONS !

Quanto ao francês, não te massacras porque entendo o português... LOL :-)

Mas pelo menos sei que sabes dizer "vejo a vida em verde" em francês e até escrevê-lo. Mas gosto muito do nome que me deram Verdinha !

Hoje é o último concerto antes das férias do coro. Então vou continuar a cantar sozinha no carro, em casa, na rua....

Beijinhos

Verdinha


P.S. : Je vois la vie en vert , foneticamente : ja vuá lá via ã vèrrr



 
Olá Kim; Na verdade, os manjares são simples, apenas o condimento é que vale, e, acredita que nem todos têm essa especialidade nos seus armários ! é preciso saber cozinhar em amor e banho Maria... E daqui a pouco saboreamos de novo essa iguaria a que chamo de amor, porque eu vivo nele e para ele, e, quem não gostar, coma menos...Biejinhos ..laura



 
Ola Laurita!!!!
Que rico fim de semana!!!!!!
Quem me dera ter feito parte dele.....
Beijoquinhas
São



 
Oi São. Como nem sempre sei se estás por aí se não estás, e no sábado nem respondi à tua sms o saldo foi-se, e depois já andava à procura das ninas. Não te rales que haverá mais e ainda há pouco lá estivemos as duas, a saborear aqueles momentos lindos... e passeamos por Cerveira... Beijinhos nina, muitos..laura



 
Maria, eu dou-te o vício, (ahh and apor aqui na net, blogues, um nino com o nick de vicio...)a ti e a ela, mas que vicío tendes, uma coisa é certa, prefiro-a viciada no fumo, do que uma nina que não seja viciada em nada e não nos faça rir..esta menina vale ouro, eu já falei com ela para ir connosco a um certo encontro, mas ela diz que é impossivel...
Carago, quem se ria com ela era o J.P da Pipinha, aquilo er aum riso pegado a ouvi-la falar à Puerto...
Ela ansceu em África, perto de Angola.. Jinhos meus, laura



 
Olá Laurinha,

Falaram de mim!? Huuum...
Posso saber sobre o quê?
Huuum... diz lá, estou curiosa!! hehe =)

Beijinhooos,
Estrela d'Alva



 
Estrelita, se ouviste deves ter sentido as óóórelas num fogaréu... falamos numa nina sensivel, amorosa, queridinha, e que mais querias que dissessemos? ahhh, a curiosidade matou o gato, neste caso, a gata...beijinhos e tudo d e bom, porque; mereces..laura.



 
Huuum...
Ok! Já não está aqui quem falou! hehehe

Olha hoje é o último dia que vou andar por aqui... vou ao Porto e só volto no Sábado!
Se quiseres falar comigo ou dizer alguma coisa, diz hoje, porque depois só lá para o Sábado.
Espero me divertir...

Muitos beijinhos,
Estrela d'Alva



 
Menina, s evais ao Porto e estar lá tantos dias, olha apronuncia do Porto, carago, olhós bês, os bosmicês, olha as asneiras...cuidadinho e dobra a lingua, benze-te, que ali é totalmente diferente o linguajar...mas, muito tipico e bonito. Há quem ache graça...O Puerto é o local onde mais se fala mal, se diz palavrões cumó milho...Vai ao Cais da Ribeira epasseia por ali...Há magia naquele lugar ao entardecer...Beijinhos e sê feliz. laura.



 
Ai Laurinha... não me assustes senão fujo de lá!!
hehe

Espero que não me chamem de Algarvia Serêêênha!! =)
É que a minha manêêêra de falar é mêême assim... =)

Muitos beijinhoooos,
Estrela d'Alva



 
O amor está sempre a acontecer, nos sítios mais improváveis, vimos a descobrir o que não procurávamos, o que queríamos sentir.



 
Laurinha que lindo foi o teu encontro. Pelo visto não sou o único que gosta de encontrar os amigos da blogosfera. Mas diga-me se não é maravilhoso poder abraçar um amigo de tanto tempo?
Beijos moça e felizes encontros pra você.



 
AINDA TENHO DE PASSAR POR ESSES LADOS!!!!



 
Pequenas dádivas da Vida que nos fazem sentir que tudo compensa... as palavras do teu texto soaram-me como sinos encantados... parabéns!

Muitos beijinhos!!!



 
Ai estrelita, nã sabia que os Algarvios tamém tinham sotaque, ehhhh...pois, calas-te e já nem te ouvem, ehhhh..beijinhos.



 
A Magia d anoite, até é...mas, seria sorte demais se o encontrassemos assim tão simplesmente...beijinhos meus, laura.



 
Claro que é nino Alves, aí reside a magia ou o desengano de gostarmos ou não da pessoa...até hoje tudo saiu como eu previ...adorei a todos os que já conheci... É bom, é bom sim...beijinhos a vc também..laura.



 
Rod, Rod, ó Rod!... então sabe so que tens a fazer... tens o meu telelé, basta avisar, escrever um email, o que quiseres, haverá almocinho, e muito amor, sempre amor...Ah, e o sebastião que venha também, ora pois... diz quando tencionas vir para me orientar...Beijinhos e bora pra cá..laura.



 
É verdade sofá amarelo, soube-me tão bem a visita das amigas, tão bem que me senti flutuar...Haja amor, haja amizade, haja o que Deus diz para sentirmos por uns e outros, ou seja, por todos..Amor...



 
Olá Nina;

Ficamos felizes com a tua felicidade... Sentimos na maneira como descreves este reencontro entre amigas que para ti foram momentos de muita ternura e a amizade é isso, é uma troca constante de mimos e preocupações em saber se os amigos estão bem quando estes amigos estão londe dos olhos,... mas sempre tão perto do coração.

Bjs, Nina e até breve.

da Ana e Osvaldo



 
Ah, Osvaldo, como acertaste,... na verdade mesmo sem nos conhecermos, sentimos isso latente em nós, a preocupação ...de saber e sentir os outros, bem, como foi o caso quando quis fechar o blogue...Foi belo ver o vosso falar, todos entre si ao telefone...quando soube, fiquei parva, ah, eles gostam todos da nina nas resteas, só pode..e nem merecem que os deixe mais preocupados e assim...aguentei firme, e cá continuamos todos..a amizade, o amor, é isso mesmo, sentirmos que todos fazem parte de nós...e de cada um..beijinhos da vossa laura..a nina magrinha linda...



 
Isto é para todos os meninos e meninas que visitam a nina LAURINHA!ela é o AMOR em forma de taquinho, perdão,perdão, em forma de pessoa!!...Uma querida, e sobretudo uma boa cozinheira, sim, porque deixemo-nos lá de falsas modéstias forrar o estômago com um bela refeição sabe, tão bem...

O nosso fim-de-semna foi INESQUECIVÉL!!!Ela relatou tudo, passo a passo, e eu, digo:Sim senhora é tudo verdadinha, só não disse que guia tipo FITIPALDI e nos pôs todas com côr de índias...AMARELAS!!FOGE, que a xopita é mesmo louca a conduzir...eu só pensava:Ai, que eu não vou chegar ao Bom Jesus!Eu vou é chegar ao Céu, ou ao Inferno, sei lá,eu vou malhar pelo monte abaixo mas, finalmente chegamos...ao topo!!Não valia nada dizer pa ir mais devagar porque o surfista não tava nem aí!!...Giro, foi na esplanada com a cena da linguagem gestual, ahahahah...eu sei...eu sei...e a Pipinha também, hãhãhãhã...ã...fazer o peixinho...e p'ra que serve...querem saber também?AHAHAHAH...perguntem à malandra da Laura...Bem, voçês não sabem mas ela tem um cão ENOOOOOOOORME e eu a pensar que era um cachorrinho...pelo nome!!Mas, o SHAKITA é uma docura de AU!AU!Não faz mal a ninguém e logo eu que me pelo toda com o cagaço que tenho de cães...nem interessa o tamanho!!!À noite, foi um tal cortar na casaca dos ninos e das ninas do blog,não,desculpem, foi ontem à tarde, baralhei-me...ESTRELINHA, tá sossegada porque só dissemos bem de ti...MARIA, TU FUMAS???UAAAAAAAUUU...até que enfim que arranjei uma parceira com...bom gosto ahahahahah...Safa,qu'ela dá-me cabo da cabeça por fumar...mas tadinha,deixou-me tirar umas passas à vontade na varanda...e na treta comigo enquanto a Pipinha teclava...Depois fomos 'pó cházinho das duas mas...a Pipinha tinha os olhos fechados e a Xopita cabeçeava com o sono...ó balha-me, aterram cá com uma rapidez...falta de prática de madrugadas...Ah, formamos um galheteiro muito giro!!A Pipinha no meio era o suporte, eu acho que o vinagre, e a Laura o azeite...


Foi LINDO, MUUUUITO BOM mas...soube a pouco!!!Dissemos MUITO BEM do KIM, DO OSVALDO, DO ROD, DA MARIA,DA ESTRELINHA, e de TODOS ...fomos buscar o pessoal todo!!Gajas...'tá visto!!!Só podiam era aproveitar pra cusquiçar(é minha, a palavra) ahahahah...


MUITO OBRIGADA...LINDA!!!!A D O R E I !!!

******PLEASE NÃO ME APAGUES!!!

Beijinhos ...MUITOS....



 
Ai nina Soledade, e eu como não te tornei a ver, disse pra mim; xi, a nina foi tão cansada, acagaçada, mas eu estou habituada a conduzir assim,mas também sei andar devagar, e não te esqueças que aquilo era a subir ehhh, eu sentia-me tão feliz que nem reparei que ias com medo, senão tinha-te passado para o banco traseiro e punha a Pipinha à frente, essa tinha mais cabedal...rolar monte abaixo? Nós rolamos foi monte acima... é por iso que digo que me h e meia estou em Coimbra, se a estrada estiver livre, ora pois...
Menina, só posso dizer que adorei, amei cada cadinho onde vivemos a nossa comunhão de almas, até a nossa pestinha, o J.P, nos sabia dar a volta e lembro-o com saudade, saudade daquele olhar meigo, doce, e que nos sabia levar tão ao jeitinho dele...malandro ele era, também estava rodeado por 3 mulheres de coração amanteigado, sairia sempre a ganhar...
Beijinhos minha querida, e quando te apetecer largar tudo, apenas precisas de mandar mail ou sms, ó xopita, chego pelas tantas à estação ou à central de camionagem, e, lá vou eu, desta vez não te perdes...olha que não é assim tão longe!...Biejinhos, muitos. laura



 
Fitipaldi, o Emerson Fitipaldi? ahhhh, que ganda condutora seria...aqui nas curvas do B Jesus, derrapavamos de certezinha ó nina soledade...Euzinha sou aquilo que tu chamaste um taquinho, vá lá, podia se rpior, um taquinho de metro e meio mal medido como diza a Sãozita... Ahhh Fitipaldi, vamos fazer corridas por ai, nunca se sabe se chego à meta... Beijinhos..



 
Só mesmo tu para, como sempre ,fazer feliz aqueles que te rodeiam, seja por umas horas ou um dia.

Ainda bem que se divertiram.

Beijokitas linda



 
Parisiense, é bom, sabe bem, e quando sabe bem e se ama, as coisas acontecem..também foi tão bom o nosso encontro com o Kim e companhia, ah, que bem nos soube a todos, via-se pelos olhares felizes e relaxados de todos, é assim que me sabe pela vida..haja amor..beijinhos meus..



 
Bonita reportagem, Laurinha, de momentos inesquecíveis! Beijinhos.



 
O desejo mora no limite da razão
Há tanto de intemporal em ti
Solta a palavra em lábios inquietos
As cores do teu “eu” penso que não vi

Imaginei-as mil vezes
Ouro de lei, a limpidez dos diamantes
O pensamento é cavalo errante
Feito na viagem de breves instantes


Boa semana



Doce beijo



 
Paula, mas melhor que a reportagem, foi receber a sninas, e acompanhá-las..beijinhos.

Profeta, ah, versos lindos e um doce beijo, que mais quererei!...Um abraço d alaura



 
Isso é que é festa meninas.Ainda bem que foi um final de semana bem passado.. Só podia ser..Quando os amigos , digo amigos verdadeiros , se juntam não há quem os segure.Beijinhos, ell



 
Certo Ell, os amigos virtuais vão-se tranformando em amigos, a amizade transforma-se no mais puro amor e, até hoje nunca me enganei nas pessoas que convido para o meu lar...nem uma sequer...O Kim que o diga, as ninas desta vez que o digam, e, a pipinha só ia até ao Porto, depois eu ia etr com elas, mas, diss elogo que se fosse assim, que viesse até cá no sábado, e depois então de tarde , ao outro dia, iriamos até lá, mas, foi aqui e aqui correu tudo lindamente, e com o amor a transbordar, ou a rebentar plas costuras...Beijinhos nina ell...laura



 
___________________________________


...ah! Que delicia encontrar os amigos!

Pelo seu relato, foi tudo maravilhoso...Que bom, amiga!


Beijos de luz e o meu CARINHO MUITO ESPECIAL, para você!!!


_________________________________



 
Mundo azul; acredite que sim...amigos já conhecia a Soledade, a Pipinha e filhote, ainda não, mas, parecia que já tinhamos vivido juntas noutra encarnação qualquer...
Beijinhos e um dia a gent evai encontrar-se, o destino assim o dirá..laura.



 
Enviar um comentário



<< Home